Prefeitura de Patos e PRF realizam força tarefa e apreendem animais soltos em vias públicas e BR Prefeitura de Patos e PRF realizam força tarefa e apreendem animais soltos em vias públicas e BR Prefeitura de Patos e PRF realizam força tarefa e apreendem animais soltos em vias públicas e BR

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Prefeitura de Patos e PRF realizam força tarefa e apreendem animais soltos em vias públicas e BR






A Prefeitura de Patos, por meio da Secretaria de Agricultura e em parceria com a Polícia Rodoviária Federal, realizou, nesta terça-feira, dia 13 de dezembro, uma força tarefa para apreender animais soltos nas vias públicas e nas rodovias federais que cortam o município. Os órgãos utilizaram dois caminhões boiadeiro


Foram apreendidos 12 animais (02 jumentos, 04 equinos, 01 burro, 04 caprinos e 01 bovino).


De acordo com o secretário de agricultura do município, Ferré Maxixe, essas ações terão continuidade para oferecer tranquilidade e segurança às pessoas que trafegam no município.


"Vamos dar continuidade e buscar com que as pessoas compreendam que não podem criar esses animais na zona urbana, pois traz muito transtorno e perigo de acidente e danos a terceiros", afirmou.


Para denunciar onde tem animal solto, a população pode ligar ou enviar whatsApp para 83 9 9904 9459.


O inspetor da Delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Patos, Cristiano Hiroi, informou que os animais apreendidos são oriundos de criações para corte, trabalho ou para tracionar carroças. 


"Esses animais são deixados em vias públicas pelos donos que parecem não se preocupar com a segurança alheia. São muito comuns acidentes envolvendo animais soltos, alguns ocasionam somente danos materiais, mas temos registros de acidentes que já ceifaram vidas de usuários das vias públicas", lamentou o inspetor da PRF.


Ainda de acordo com a PRF, esse problema se torna mais grave nas rodovias federais, pois, os veículos desenvolvem maior velocidade, principalmente no período noturno quando a visibilidade fica limitada.


Os animais foram recolhidos para o curral do município e aguarão a apresentação dos proprietários para quitação de taxas pela custódia dos animais e a confecção do Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).


O inspetor Hiroi esclareceu que deixar animal solto é contravenção penal e o dono do animal deverá prestar contas na justiça especial.


A PRF pode ser contatada pelo número 191.