Polícia admite usar ‘força’ para desobstrução de vias na Paraíba Polícia admite usar ‘força’ para desobstrução de vias na Paraíba Polícia admite usar ‘força’ para desobstrução de vias na Paraíba

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Polícia admite usar ‘força’ para desobstrução de vias na Paraíba



O comandante da Polícia Militar, coronel Sérgio Fonseca, afirmou que um grupo de gerenciamento de crise, formado por militares, negociará com manifestantes bolsonaristas para desobstrução dos pontos de protesto em João Pessoa e Campina Grande, na noite dessa terça-feira (1).

O coronel afirmou, em entrevista do programa Hora H, que o movimento parece ser pacífico, mas caso haja resistência por parte dos manifestantes para liberação da avenida Epitácio Pessoa, na Capital, e da BR-230, em Campina Grande, a PM usará força para garantir o direito de ir e vir da população.

“A Polícia Militar vai estar em alerta durante toda a noite pra evitar constrangimento para a população paraibana”, disse o comandante. Durante a manhã as forças de segurança da Paraíba e o Ministério Público se reuniram para alinhar a atuação das polícias na desobstrução de vias na Paraíba.

Participaram da reunião representantes do Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público Estadual (MPPB) e Exército Brasileiro (EB), Advocacia-Geral da União (AGU), Polícia Federal (PF) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), os comandos da Polícia Militar (PM), do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Delegacia Geral de Polícia Civil (PC) e da Superintendência de Trânsito de João Pessoa (STtrans), Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob) e Segurança Urbana e Cidadania da capital (Semusb).

Fonte: MaisPB

Relacionado