Com doença rara, criança cajazeirense é transferida para João Pessoa em avião dos Bombeiros Com doença rara, criança cajazeirense é transferida para João Pessoa em avião dos Bombeiros Com doença rara, criança cajazeirense é transferida para João Pessoa em avião dos Bombeiros

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Com doença rara, criança cajazeirense é transferida para João Pessoa em avião dos Bombeiros








O cajazeirense Heitor Vieira, de apenas 03 anos de idade, diagnosticado com uma doença rara caracterizada pela diminuição do número de plaquetas, foi transferido pela aeronave do Corpo de Bombeiros, de Cajazeiras para o hospital Arlinda Marques em João Pessoa para iniciar tratamento de saúde especializado, na manhã deste domingo (05), através do Grupo de Resgate Aeromédico Estadual (Grame).



Familiares informaram ao Diário do Sertão que há alguns dias surgiram manchas na pele de Heitor e que ao realizar exames detectaram redução nas plaquetas e risco de agravamento no quadro clínico. Heitor estava internado no Hospital Universitário Júlio Bandeira (HUJB), porém o tratamento para o seu caso só é possível ser realizado no estado da Paraíba, na capital João Pessoa.

Com o risco de agravamento em uma transferência via terrestre, por ambulância, de Cajazeiras à João Pessoa, os profissionais de saúde do HUJB disseram a família que poderia agravar o caso. A partir de então, a família se mobilizou e conseguiu a transferência aérea, no chamado ‘voo pela vida’ do Corpo de Bombeiros da Paraíba.


Familiares afirmaram ao Diário do Sertão, por telefone, que após a transferência, Heitor Vieira está bem e seu quadro de saúde segue estável, embora continue com as plaquetas baixas, que é quando a contagem de plaquetas no sangue é inferior a 150.000 células/mm³ no exame de sangue.

Ele está internado no hospital Arlinda Marques em João Pessoa para seguir no tratamento, acompanhado de familiares.

VOO PELA VIDA

O Grupo de Resgate Aeromédico (Grame) da Paraíba é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social e a Secretaria de Estado de Saúde e vai possibilitar a implantação do transporte aeromédico entre todas as regiões da Paraíba.

A aeronave é um monomotor modelo Piper Saratoga PA-32R-301T. Além do serviço de UTI aérea para o transporte de pacientes de maneira programada, regulados através da Secretaria de Saúde, a aeronave Bombeiros 01 é utilizada também na captação de órgãos e tecidos, transporte inter-hospitalar, repatriação de cidadãos paraibanos e no apoio às operações institucionais do Governo, da Secretaria da Segurança e do CBMPB. A autonomia é de 4 horas de voo, e capacidade para transportar 01 paciente, 01 médico, 01 enfermeiro, e a tripulação formada pelo piloto e o copiloto.

DIÁRIO DO SERTÃO