Ruan Macário, acusado pela morte de Kelton Marques, se entrega à Polícia Civil, em Catolé do Rocha Ruan Macário, acusado pela morte de Kelton Marques, se entrega à Polícia Civil, em Catolé do Rocha Ruan Macário, acusado pela morte de Kelton Marques, se entrega à Polícia Civil, em Catolé do Rocha

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Ruan Macário, acusado pela morte de Kelton Marques, se entrega à Polícia Civil, em Catolé do Rocha






O empresário Ruan Ferreira de Oliveira, mais conhecido como Ruan Macário, acusado pela morte do motoboy Kelton Marques em setembro do ano passado, em João Pessoa, foi preso na manhã desta sexta-feira (29 de julho) após se apresentar na 18ª Delegacia de Catolé do Rocha, sertão da Paraíba. Ele estava foragido desde setembro de 2021, quando o crime aconteceu.

Ruan Macário se apresentou ao delegado Miroslav Soares, acompanhado do advogado Dr. Genival Veloso, por volta das 07h30 desta sexta. Em ato contínuo, foi encaminhado ao Hospital Regional de Catolé do Rocha para fazer o exame de corpo de delito, e em seguida foi levado para o presídio de Padrão Manoel Gomes da Silv, em Catolé do Rocha.
 
Caso gerou repercussão
 
O caso teve grande repercussão na mídia da capital, e segundo teria alegado a defesa do réu, de que, este caso ser semelhantes a outros que já aconteceram, e acontece em João Pessoa, pelo fato do pai do réu ser político, gerou repercussão maior ainda.

Catolé News