Madrasta confessa que espancava enteada e adolescente diz que pensou em tirar a própria vida por não suportar as agressões Madrasta confessa que espancava enteada e adolescente diz que pensou em tirar a própria vida por não suportar as agressões Madrasta confessa que espancava enteada e adolescente diz que pensou em tirar a própria vida por não suportar as agressões

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Madrasta confessa que espancava enteada e adolescente diz que pensou em tirar a própria vida por não suportar as agressões



A mulher suspeita de espancar a enteada, de 14 anos, usando um serrote e um pedaço de madeira com pregos foi presa nessa terça-feira (19) em João Pessoa. 

Durante o depoimento na Central de Polícia, a madrasta confessou o crime e as agressões ocorriam há pelo menos seis meses, quando ela passou a morar sozinha com a madrasta e uma irmã de 7 anos, conforme apurou o Notícia Paraíba. 

As torturas foram descobertas após vizinhos ouvirem gritos e xingamentos vindos da casa e chamarem a Polícia Militar. 

Segundo a delegada Amin Oliveira contou ao Notícia Paraíba, a vítima contou que os motivos da agressão sempre eram banais e que se a enteada tocasse em alguma coisa que a madrasta não gostasse, ou se a menina ela entrasse no quarto da mulher, ela já partia para a violência.  

Ainda em depoimento, a jovem contou que por diversas vezes pensou em tirar a própria vida por não suportar as sessões de espancamento. 

A adolescente fez exame de corpo de delito e foi encaminhada para cuidados do Conselho Tutelar.  

A suspeita foi presa em flagrante e levada para o presídio Júlia Maranhão, na capital. 

Notícia Paraíba