Procuradora é brutalmente agredida por colega em SP após abertura de processo disciplinar contra o agressor Procuradora é brutalmente agredida por colega em SP após abertura de processo disciplinar contra o agressor Procuradora é brutalmente agredida por colega em SP após abertura de processo disciplinar contra o agressor

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Procuradora é brutalmente agredida por colega em SP após abertura de processo disciplinar contra o agressor




Uma procuradora-geral da prefeitura de Registro, no interior de São Paulo, foi espancada de forma muito violenta por um outro procurador do município. A agressão brutal foi registrada em um vídeo, feito por outra funcionária.


Toda a situação ocorreu no final da tarde desta segunda-feira (20/6). A procuradora-geral Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39 anos, começou a ser agredida inicialmente com socos e uma cotovelada no rosto pelo também procurador Demétrius Oliveira Macedo, de 34 anos.


A motivação da agressão seria um processo administrativo contra ele, por ter um comportamento ruim no ambiente de trabalho, segundo boletim de ocorrência. Gabriela ficou com o rosto ensanguentado, depois de receber os golpes.


No vídeo, Demétrius dá socos no rosto da procuradora-geral, que tenta se proteger enquanto grita por socorro. Ele ainda a xinga de “puta” e “vagabunda do caralho”. Outras mulheres que trabalham no local tentaram conter e segurar o homem, que empurra uma delas contra a porta com força.