Popular é detido pela PM após agredir militar durante ocorrência de som em Cajazeiras Popular é detido pela PM após agredir militar durante ocorrência de som em Cajazeiras Popular é detido pela PM após agredir militar durante ocorrência de som em Cajazeiras

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Popular é detido pela PM após agredir militar durante ocorrência de som em Cajazeiras




Por volta das 22h30min de domingo, dia 26, uma guarnição da PM foi solicitada para atender uma ocorrência de perturbação do sossego, onde segundo informações da solicitante no Bar de Sinaldo tinha um carro com som ligado muito alto.

De imediato a guarnição foi ao local e visualizou um grupo de pessoas onde o comandante verbalizou ao proprietário para desligar o som, pois estava incomodando os moradores do local.

Nesse instante houve uma intervenção por parte dos companheiros do proprietário dizendo que não era pra desligar o som, e que eles tinham todos os direitos de curtir a vida.

Ao ser determinado o desligamento do som devido ao horário um dos indivíduos passou a destratar a guarnição que era composta por dois componentes, onde foi dada voz de prisão ao investigado.

Neste momento o ofensor e outros colegas em número de três investiram contra a guarnição na tentativa de arrebatar o detido bem como agredir o militar, que para se defender conforme a doutrina do uso progressivo da força para repelir a injusta agressão como verbalização e uso de meio não letal.

 Apesar disso o agressor e seus colegas utilizaram da violência contra o militar tentando inclusive tomar a arma do policial e que durante a luta corporal houve um disparo de arma de fogo que atingiu o agressor na região da tíbia da perna direita, a guarnição solicitou o atendimento imediato via Samu para assegurar a vida do investigado identificado como Henrique Guedes da Silva.



Foi solicitado o apoio policial no qual os outros envolvidos acabaram fugindo do local.


Vale ressaltar que algum dos colegas do agressor, atiraram pedras contra a guarnição uma dessas pedras atingiu a policial militar que estava na companhia do militar que comandava a guarnição, bem como atingiu a VTR causando um dano.

 Foi  confeccionado um laudo de ofensa física na militar bem como no agressor que ficou em observação e ao sair do HRC nesta segunda-feira foi levado a delegacia e logo em seguida foi recambiado ao Presídio.