Dois elementos suspeitos de matar PM morrem em confronto com policiais militares em Aguiar nesta segunda-feira (20) Dois elementos suspeitos de matar PM morrem em confronto com policiais militares em Aguiar nesta segunda-feira (20) Dois elementos suspeitos de matar PM morrem em confronto com policiais militares em Aguiar nesta segunda-feira (20)

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Dois elementos suspeitos de matar PM morrem em confronto com policiais militares em Aguiar nesta segunda-feira (20)



]



Dois elementos identificados como Francisco Lindomar Alves de Sousa Brasil, Natural de São José de Piranhas e André Lima Fernandes Vulgo Neguinho natural de Aguiar, envolvidos na morte do policial militar Francisco Salviano da Silva, conhecido como Neudinho, de 56 anos, durante uma vaquejada neste domingo (19), foram mortos durante um confronto com policiais militares, por volta das 5h da manhã, desta segunda-feira (20).

Os militares estavam tentando capturar os quatro fugitivos, que após o crime fugiram do local. Durante as buscas, os PMs, receberam uma informação que dois homens estariam escondidos na cidade de Aguiar.

Os PMs foram até ao local conhecido como Casa Bar, a 2km da cidade, e foram recebidos à bala. Após o tiroteio, os dois feridos foram levados para o Hospital de Itaporanga, mas não resistiram e morreram.

Além disso, foram apreendidos um revólver, uma pistola e munições. Segundo informações da PM, os quatro envolvidos na morte do militar, possuem passagens pela polícia por vários crimes.

Outros dois envolvidos são da cidade de Aguiar seguem foragidos. 



O policial militar, Francisco Salviano da Silva, 56 anos, foi assassinado na madrugada deste domingo (19), durante uma vaquejada no sítio Saco, praticamente no limite entre os municípios de Igaracy e Aguiar, no Alto Sertão paraibano, também era maestro da Banda Filarmônica João Costa Brasileiro, da prefeitura de Igaracy.



Francisco Salviano da Silva estava há 32 anos na Corporação e pertencia a 3ª CIA/13º BPM, onde gozava do respaldo militar e era exemplar no trabalho. Ele deixa viúva e seis filhos.