Réu acusado de matar ex-sogro e tentar matar ex-esposa é condenado a 27 anos de prisão, em Conceição Réu acusado de matar ex-sogro e tentar matar ex-esposa é condenado a 27 anos de prisão, em Conceição Réu acusado de matar ex-sogro e tentar matar ex-esposa é condenado a 27 anos de prisão, em Conceição

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Réu acusado de matar ex-sogro e tentar matar ex-esposa é condenado a 27 anos de prisão, em Conceição




O réu, Francisco Geovânio Soares dos Santos foi condenado a 27 anos, 2 meses e 22 dias de prisão pelo Tribunal do Júri Popular da cidade de Conceição, nesta segunda-feira (2). Ele foi acusado de ter matado seu ex-sogro  Espedito Sebastião da Silva e tentado matar sua ex-companheira Maria de Fátima Sousa Silva, crimes praticados no dia 1 de junho do ano de 2020.



De acordo com a denúncia, no dia 1º de julho de 2020, por volta das 06h40min, na Rua Projetada, s/n, Bairro da Liberdade, município de Conceição/PB, saída para o município de Bonito de Santa Fé, o acusado matou seu ex-sogro Espedito Sebastião da Silva, por motivo fútil e mediante recurso que dificultou a sua defesa, bem como, tentou matar a sua ex-companheira Maria de Fátima Sousa Silva, conhecida como “Jaqueline”, na presença dos seus filhos menores e em descumprimento de medidas protetivas deferidas.

A defesa do réu levou ao Tribunal do Júri a tese de legítima defesa, enquanto o Ministério Público defendeu que o crime foi cruel e impossibilitou a defesa da vítima.

Depois dos debates, o Tribunal do Júri Popular decidiu, por maior dos votos, pela condenação do réu, acatando a tese inteira do Ministério Público.

Diante do exposto, o juiz Thiago Rabelo condenou o réu à pena privativa de liberdade anos, 2 meses e 22 dias de reclusão, a serem cumpridos em regime FECHADO para o início do cumprimento da pena privativa de liberdade, em local a ser designado pelo Juízo das execuções penais.

Fonte: Vale do Piancó Notícias