Polícia Civil confirma que jovem preso é autor do homicídio registrado na noite desta quinta-feira (19), no bairro do Jatobá, em Patos Polícia Civil confirma que jovem preso é autor do homicídio registrado na noite desta quinta-feira (19), no bairro do Jatobá, em Patos Polícia Civil confirma que jovem preso é autor do homicídio registrado na noite desta quinta-feira (19), no bairro do Jatobá, em Patos

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Polícia Civil confirma que jovem preso é autor do homicídio registrado na noite desta quinta-feira (19), no bairro do Jatobá, em Patos





O Delegado Afrânio de Brito, da Delegacia de Homicídios e Entorpecentes de Patos (DHE/Patos) confirmou  que o jovem preso na noite do dia (19) é autor do homicídio registrado no bairro do Jatobá, setor sul de Patos.

O nacional José Márcio da Silva, vulgo “Marcinho”, de 18 anos, foi preso ainda na noite desta quinta-feira, dia 19, por um mandado de busca e apreensão expedido pela 7ª Vara de Patos e que estava em aberto, por outro crime de homicídio que o mesmo havia praticado enquanto ainda era menor de idade.

Após a captura do mesmo a polícia passou a realizar novas diligências e nesta sexta-feira (20) confirmou que ele é o autor do homicídio que vitimou Felipe Luan da Silva Xavier, de 28 anos. Foi lavrado o flagrante e o acusado encontra-se preso a disposição da justiça.

O trabalho da Polícia Civil se deu com o apoio da Superintendência Regional da 3ª Região de Patos. Ouça abaixo a fala do delegado Afrânio de Brito:


Segundo informou a PM, por volta das 18h30min, uma viatura foi solicitada para averiguar um possível homicídio no cruzamento das ruas Anatildes Lucena com Manoel Reinaldo, no bairro do Jatobá. Ao chegar no local, as guarnições se depararam com um veículo modelo Volkswagen Fox, de cor preta e placa FFQ0561/Mogi Guaçu-SP, parado na esquina, próximo ao Instituto Educacional Pingo de Mel.

No interior do veículo foi encontrado um indivíduo, identificado como Felipe Luan da Silva Xavier, de 28 anos, mais conhecido por “Nerel”, já sem vida, apresentando perfurações na região do pescoço e da nuca, possivelmente proveniente de disparos de arma de fogo.

Segundo as testemunhas relataram à polícia, o suspeito de ter cometido o crime estava trajado com camisa e short pretos e um boné branco, e trafegava com a vítima dentro do veículo. Após a ação, o mesmo saiu em fuga no sentido da Avenida Manoel Mota, tomando destino ignorado.

Patosonline.com