Era um ótimo menino”, diz pai de motorista de aplicativo assassinado. Era um ótimo menino”, diz pai de motorista de aplicativo assassinado. Era um ótimo menino”, diz pai de motorista de aplicativo assassinado.

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Era um ótimo menino”, diz pai de motorista de aplicativo assassinado.




O pai do motorista por aplicativo Thomaz Magno Silva, 36 anos, morto na madrugada desta segunda-feira (30), disse que o filho era um “ótimo menino” e que não tinha envolvimento com drogas.

O jovem, de 36 anos, foi assassinado com um golpe de faca. O caso foi registrado no bairro do Valentina de Figueiredo – onde o corpo da vítima foi encontrado. O veículo de Thomaz foi encontrado abandonado nas imediações do João Paulo II.

“Era um ótimo menino. Nunca teve envolvimento com drogas, nunca foi preso. Um menino exemplar”, disse o pai, Magno Luna.

“Quero fazer um apelo às autoridades para terem pulso firme. Fica o apelo de um pai que clama por justiça. Ele se sentia seguro para trabalhar. Talvez isso tenha sido um fator que não foi bom pra ele”, continuou. “Ele já chegou pra mim que rejeitou algumas corridas pela questão da segurança”, destacou.
Ainda segundo o pai, o cenário aponta para uma possível reação da vítima. “Pelas características, ele deve ter reagido. Isso porque o meliante deu um golpe debaixo do braço dele. Certamente, a pessoa que deu esse golpe estava na parte de trás do veículo”, completou.

O corpo do motorista foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro do Cristo Redentor, na Zona Sul de João Pessoa.
15 h