Confira a pauta do Tribunal do Júri para Cajazeiras no mês de maio de 2022 Confira a pauta do Tribunal do Júri para Cajazeiras no mês de maio de 2022 Confira a pauta do Tribunal do Júri para Cajazeiras no mês de maio de 2022

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Confira a pauta do Tribunal do Júri para Cajazeiras no mês de maio de 2022



DATA: 10/05/2022: Processo no. 0001932-34.2017.8.15.0131 movido contra o réu JOSÉ GIUENIS DO NASCIMENTO DINIZ, por fato descrito nas definições típico penais do art. 121,§2o, II,III e IV, do Código Penal, pela conduta praticada no dia 30 de junho de 2017, pela noite, em uma casa abandonada no sitio Santo Onofre, zona rural de Cajazeiras-PB, tendo como vítima Victoria de Albuquerque Pereira.


Na acusação: Dr. Alexandre José Irineu

Defesa: Defensoria pública


Relembre o Caso:

Na época José Giunes do Nascimento Diniz, com 19 anos, vulgo Galego dos Cocos, morador do sítio Queimadas, zona Rural de Cajazeiras, foi ouvido e confessou o crime que, possivelmente, foi cometido no dia 01 de julho de 2017.

O acusado contou que matou a adolescente após o uso de drogas, no qual teria sentido uma ira por que Victória supostamente teria aprontado contra o mesmo no passado.

 
Galego dos Cocos, foi o mesmo que matou jovem Thayza Criszantina Alves de Lima, 28 anos, que teve seu corpo encontrado no dia 18 de julho de 2017 dentro de um matagal, no sítio Capoeiras Sul, em Cajazeiras.

Giunes se encontra preso na Cadeia de São João do Rio Peixe onde paga a pena pela morte de  Thayza Criszantina Alves de Lima, 28 anos, que teve seu corpo encontrado no dia 18 de julho de 2017 dentro de um matagal, no sítio Capoeiras Sul, em Cajazeiras.








DATA: 17/05/2022

Processo no. 0000617-63.2020.8.15.0131 movido contra o réu KERLIOMAR FREITAS DA SILVA, por fato descrito nas definições típico-penais do art. 121,§2o, I e II do Código Penal, pela ação de conduta praticada no dia 07/06/2020, por volta das 23h58min, na Rua Francisco Matias Rolim, no 246, Cajazeiras-PB, tendo como vítima EDME SOARES DE ALMEIDA.

Na acusação: Dr. Alexandre José Irineu
Defesa: Defensoria Pública.


A polícia militar foi acionada por volta das 23h40min deste domingo dia 07 de junho de 2020, para comparecer na Avenida Francisco Matias Rolim no setor Norte para uma ocorrência de Homicídio.

Segundo informação, um homem identificado  como Kerliomar Freitas da Silva, teria ligado para o COPOM da polícia relatando ao chegar em casa, encontrou seu companheiro Edme Soares de Almeida com uma perfuração de faca durante um suposto assalto.


 Chegando ao local foi constatado que a vítima foi atingida no pescoço tendo morte no local. O SAMU constatou o óbito, bem como local foi isolado para a realização da Perícia.

A Polícia foi informada que os dois sempre discutiam e era constante as brigas e pouco tempo depois, Kerliomar Freitas, mudou a versão e confessou que durante uma brigal entre os dois teria matado Edme, e terminou preso em flagrante delito.

O suspeito foi preso e levado a delegacia, já o corpo da vítima foi levado ao IML de Cajazeiras para ser feito o exame cadavérico.

Os dois eram companheiros.








DATA: 24/05/2022

Processo no. 0000578-66.2020.8.15.0131 movido contra os réus FRANCISCO FERREIRA VIEIRA “FANTICO” e JOSÉ WEBERTON ALVES DE OLIVEIRA “BOBA”, por fato descrito nas definições típico penais do art. art. 121, § 2, incisos I e IV, do Código Penal , por conduta praticada no dia 24 de maio de 2020, por volta das 10h30min, na Rua Pedro Revoltoso, Cajazeiras-PB, contra a vítima, JOSÉ MARCOS RAMOS PEREIRA

Na acusação: Dr. Alexandre José Irineu

Advogado: Defensoria Pública (Francisco Ferreira Vieira)

Luana Mendes de Morais 26.334 - OAB/PB (José Weberton Alves de Oliveira).


CASO:  

Um homicídio foi registrado no bairro São José no Setor Norte na cidade de Cajazeiras na manhã deste domingo dia 24 de maio de 2020.

Segundo informações a vítima foi identificada  como sendo José Marcos da Silva Ramos de 40 anos.

Os autos do crime foram identificados como sendo  os nacionais, José Weberton Alves de Oliveira vulgo Boba, de 24 anos e  Francisco Ferreira Vieira vulgo Fantica de 40 anos que foram presos meia hora depois do crime em bar no bairro do Ronaldo Cunha Lima.
 
Segundo informações os dois teriam pegado uma moto modelo YBR vermelha sem autorização do proprietário no bairro das Casas Populares e foram ao bairro São José e executaram a vítima.






DATA: 31/05/2022

Processo no. 0001828-08.2018.8.15.0131 movido contra o réu DAMIAO RODRIGUES DE OLIVEIRA , por fato descrito nas definições típico penais do art. art. 121, § 2, incisos I e IV, do Código Penal , por conduta praticada no dia 05 de outubro de 2018, por volta das 20:00 h, na residência da vítima, localizada no bairro Asa Sul, nesta cidade de Cajazeiras, contra a vítima, VANDERLENE DA SILVA.

Na acusação: Dr. Alexandre José Irineu
Advogado: Defensoria Pública


Caso: 

DAMIÃO RODRIGUES DE OLIVEIRA foi preso na noite do dia (5) de outubro de 2018, suspeito de matar a companheira dele Valderlene da Silva e tentar incendiar a casa em que os dois moravam na cidade de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba. De acordo com relatos o suspeito matou a mulher com um golpe de faca na garganta e, em seguida, pôs fogo na casa e fugiu.

A polícia foi acionada e encontrou o corpo da vítima, identificada como Valderlene da Silva, no quarto da residência. Ao chegar no local, os moradores da região já haviam controlado as chamas na casa.

O casal estava junto há seis meses e o relacionamento dos dois era conturbado. Após denúncias, Damião Rodrigues de Oliveira, de 31 anos, foi localizado e preso em flagrante horas depois do crime no município de Bom Jesus.