Corpo de jovem transexual que estava desaparecida desde a noite do último sábado (16) é encontrado sem vida na estrada de São José de Espinharas Corpo de jovem transexual que estava desaparecida desde a noite do último sábado (16) é encontrado sem vida na estrada de São José de Espinharas Corpo de jovem transexual que estava desaparecida desde a noite do último sábado (16) é encontrado sem vida na estrada de São José de Espinharas

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Corpo de jovem transexual que estava desaparecida desde a noite do último sábado (16) é encontrado sem vida na estrada de São José de Espinharas




A jovem Renata Cavalcante, de 16 anos, que era a transexual, foi encontrado sem vida no início da tarde desta terça-feira, dia 19, às margens da PB 275, que liga Patos a São José de Espinharas.

Renata estava desaparecida desde o último sábado, dia 16, quando ela saiu de sua residência, no Jardim Lacerda, com destino a festa da Banda Calcinha Preta, que se apresentou no Terreiro do Forró, em Patos.

Renata Cavalcante pode ter sido vítima de crime homofóbico. Ela era vista constantemente nas imediações do Mercado Darcílio Wanderley, centro de Patos. 

A transexual foi encontrada e o corpo já estava em estado de decomposição. Peritos do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (NUMOL) se deslocaram ao local com agentes da Polícia Civil. O corpo poderá ser removido para outra cidade tendo em vista a necessidade de outros procedimentos que não são realizados em Patos.


O delegado da Delegacia de Homicídios de Patos, Carlos Seabra, deu detalhes sobre este caso, que ainda está em processo de investigação.

“A família registrou ontem o desaparecimento do corpo. O corpo foi reconhecido pelo pai do jovem, que tinha apenas 16 anos. Pelo estado avançado, foi encaminhado para Cajazeiras, para a perícia cadavérica, e definir a causa da morte. Uma perícia de local de crime foi realizada. Desde o momento que houve a comunicação do fato, a delegacia está ouvindo testemunhas, apurando e buscando provas para conseguir elucidar o crime”,

Ainda segundo o delegado, a investigação busca descobrir possíveis motivos, a autoria e as circunstância em que o crime se deu.






Jozivan Antero – Polêmica Patos e Patos Online