CGU e Gaeco deflagram operação contra fraudes em aquisição de alimentos; ex-servidor é preso. CGU e Gaeco deflagram operação contra fraudes em aquisição de alimentos; ex-servidor é preso. CGU e Gaeco deflagram operação contra fraudes em aquisição de alimentos; ex-servidor é preso.

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

CGU e Gaeco deflagram operação contra fraudes em aquisição de alimentos; ex-servidor é preso.



O presidente da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária na Paraíba (UNICAFES/PB), Jaciel Franklin, foi preso na manhã desta quarta-feira (06) em João Pessoa, no âmbito da operação “5764” deflagrada pelo Gaeco, CGU, TCE-PB e polícias Civil e Militar.

Jaciel é pré-candidato a deputado federal pelo Solidariedade e responde pela presidência da cooperativa. Ele estaria sendo investigado por conluio e fraudes em licitações para aquisição de gêneros alimentícios.

Outro alvo de mandado de prisão preventiva é Marcelo Eleutério de Melo, gerente Executivo das Casas de Economia Solidária. Atualmente ele é vinculado à Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária (SESAES), da Paraíba.

Operação

Ao todo, estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva nas cidades de João Pessoa, Sobrado, São Miguel de Taipu e Alhandra. As investigações constataram indícios de conluio, de falsidade ideológica e de fraudes ao caráter competitivo em dispensas de licitação, inclusive ferindo frontalmente os conceitos e pré-requisitos das fontes de financiamento utilizadas na liquidação das despesas correspondentes.

O levantamento constatou o envolvimento de agentes públicos, privados, entidades privadas e terceiros, cujas identidades eram mantidas ocultas nos instrumentos formais, existindo estrutura corrupta de dimensão ainda não definida, envolvendo valores contratados com o poder público que superam 70 milhões de reais.

MaisPB