Laudo constata sinais de lesões sexuais no caso da estudante de medicina, Mariana Thomaz de Oliveira, que foi assassinada em João Pessoa Laudo constata sinais de lesões sexuais no caso da estudante de medicina, Mariana Thomaz de Oliveira, que foi assassinada em João Pessoa Laudo constata sinais de lesões sexuais no caso da estudante de medicina, Mariana Thomaz de Oliveira, que foi assassinada em João Pessoa

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Laudo constata sinais de lesões sexuais no caso da estudante de medicina, Mariana Thomaz de Oliveira, que foi assassinada em João Pessoa



A respeito do Caso de Mariana Thomaz de Oliveira, foi realizado um laudo onde nele foi possível verificar que a vítima sofreu lesões sexuais. Segundo o Delegado de Polícia Civil, Joames Oliveira, a jovem teria sofrido lesões sexuais tanto na vagina quanto no ânus e foi encontrado sêmen no ânus da vítima constatando assim os sinais de estupro.

Ainda de acordo com o Delegado, o caso segue sendo investigado. Além dos depoimentos de algumas testemunhas, a polícia investigou também o monitoramento das câmeras de segurança do prédio além de ouvir as equipes de segurança e resgate que atuaram na cena do crime.

O suspeito Johannes Dudeck está preso na Penitenciária Hitler Cantalice, zona sul de João Pessoa. A defesa do suspeito está analisando os laudos e trabalhando para que sua prisão preventiva possa ser revogada e ele possa responder em liberdade.

Entendendo o caso

O corpo da vítima foi encontrado em um apartamento no bairro Cabo Branco, situado na zona Leste de João Pessoa, depois que a polícia recebeu uma ligação do próprio suspeito que relatara que a moça estava tendo convulsões. Um perito ao chegar no local, constatou sinais de esganadura e o suspeito foi preso em flagrante. Na audiência de custódia a prisão foi convertida em preventiva.

Foi constado também, que o suspeito, Johannes Dudeck, responde no momento por outras três acusações de violência contra mulheres, envolvendo três outras mulheres.

Patosonline.com