Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba emite nota de esclarecimento a respeito de caso envolvendo áudio de adolescente de 13 anos Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba emite nota de esclarecimento a respeito de caso envolvendo áudio de adolescente de 13 anos Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba emite nota de esclarecimento a respeito de caso envolvendo áudio de adolescente de 13 anos

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba emite nota de esclarecimento a respeito de caso envolvendo áudio de adolescente de 13 anos




A ADPEDEL vem a público esclarecer que a Autoridade Policial que preside o caso que apurou essa tragédia familiar no sertão do Estado tomou todas as cautelas legais no procedimento.

O delegado titular da Homicídios de Patos, manteve uma conduta técnica e exemplar desde o início do caso.

A ADEPDEL REPUDIA VEEMENTE TODAS AS INVERDADES QUE ESTÃO SENDO VEICULADAS CONTRA O DR. RENATO LEITE.

Esclarece que após a conclusão do auto de apreensão em flagrante que terminou no início da madrugada do domingo (20/03/2022), na manhã do mesmo dia, ao dar seguimento aos procedimentos legais de comunicação dos fatos, pelo sistema Pje, não conseguiu enviar o elemento informativo pelo sistema de justiça, sendo enviado todo o material coletado de forma institucional a autoridade competente.

Portanto, o Delegado Renato Leite, ao contrário do que vem sendo veiculado, não errou em momento algum, muito menos cometeu qualquer ilegalidade.

Os fatos deverão ser apurados pelo órgão competente.

A ADPEDEL, por fim, vem externar suas condolências aos envolvidos neste drama familiar e lamenta profundamente que alguém com maldade tenha exposto elemento de informação e de prova constante do procedimento que apurou os atos infracionais.

João Pessoa, 23 de março de 2022.

Steferson Gomes Nogueira Vieira
PRESIDENTE DA ADEPDEL