Tribunal do Júri de São José de Piranhas absolve policial militar acusado de homicídio qualificado Tribunal do Júri de São José de Piranhas absolve policial militar acusado de homicídio qualificado Tribunal do Júri de São José de Piranhas absolve policial militar acusado de homicídio qualificado

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Tribunal do Júri de São José de Piranhas absolve policial militar acusado de homicídio qualificado




No dia 09 de fevereiro de 2022, o Tribunal do Júri de São José de Piranhas-PB julgou, pela segunda vez, absolveu o Sargento Severino Ferreira Cordeiro, acusado de homicídio qualificado.



Em 2019, o Militar foi julgado pelo Tribunal do Júri da cidade de Bonito de Santa Fé-PB e absolvido, mas com Recurso de Apelação do Ministério Público do Estado da Paraíba, foi submetido a novo julgamento.

A sessão teve início às 08h30min, sob a presidência do Dr. Ricardo Henrique Amorim, Juiz de Direito daquela Comarca. Pleiteando a condenação do Militar, estiveram os Promotores de Justiça Dr. Levi Emanuel Monteiro de Sobral e Dra. Simone de Souza Oliveira Lima.

Pela defesa, estiveram os Advogados Dr. Ennio Alves de Sousa, Dr. Pablo Guedes, Dr. João Wianney e Dr. Wrialle Caldas.

Durante a manhã dos trabalhos, foram ouvidas as testemunhas de acusação e defesa e realizado o interrogatório do réu. À tarde, se realizaram os debates orais com as calorosas discussões do Tribunal do Júri. A defesa apresentou tese de inexigibilidade de conduta diversa, que foi acolhida pelo Júri, absolvendo o acusado.

“O Sargento Cordeiro estava sofrendo ameaças porque ajudou na captura de assaltantes de banco, homens de periculosidade incontestável. A defesa foi feliz em conseguir explicar aos Jurados as condições a que ele estava submetido naquele momento e que justificaram os acontecimentos”, disseram os Advogados.

Da decisão, não cabe mais recurso.

Radar Sertanejo