Dois homens são presos, um deles policial militar, suspeitos da morte de um lavador de carro, em Conceição Dois homens são presos, um deles policial militar, suspeitos da morte de um lavador de carro, em Conceição Dois homens são presos, um deles policial militar, suspeitos da morte de um lavador de carro, em Conceição

BANNER PRINCIPAL

SUPER BANNER

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Dois homens são presos, um deles policial militar, suspeitos da morte de um lavador de carro, em Conceição




Um policial militar e o um dono de uma borracharia foram presos preventivamente, no final da tarde desta sexta-feira (18), durante mandado de prisão preventiva, expedido pelo juiz Antonio Eugênio. Eles são os principais suspeitos pela morte do lavador de carro, Alexsandro Pereira de Sousa, crime praticado no dia 14 de novembro de 2021, no Sítio Riacho dos Porcos, zona rural de Santa Inês.

De acordo com a investigação da Polícia Civil, no dia 14 de novembro de 2021, por volta das 7h, após se encontrarem no Bar de Santino, localizado em frente à Delegacia de Conceição, os suspeitos atraíram Alexsandro Pereira de Sousa para o Sítio Riacho dos Porcos, zona rural de Santa Inês, onde o primeiro suspeito teria a espancado com golpes de barra de ferro nos ombros, e o policial militar efetuado um disparo de pistola cal. .40 no rosto da vítima.



Narra ainda que, sem aparentes sinais vitais, a vítima foi deixada no leito da rodovia PB – 361, haja vista que os suspeitos achavam que ela estava morta. Mais tarde, um parente do policial passou no local e se deparou com a vítima agonizando, tendo acionado a Polícia Militar, que acionou o SAMU.

Socorrido inicialmente para o hospital local, Alexsandro foi removido para o Hospital Regional de Patos, onde permaneceu internada por 13 dias. Logo após deixar o hospital, ele teria se refugiado na casa de familiares, na cidade de João Pessoa, temendo por sua vida. Mas, no dia 20 de janeiro de 2022, deste ano de 2022, a vítima não resistiu aos ferimentos recebidos e acabou morrendo.

Até o presente momento não se sabe a motivação do crime.

Diante do exposto, o juiz Antonio Eugênio, que está assumindo, interinamente a comarca de Conceição, decretou a prisão preventiva dos dois suspeitos. Os mandados foram cumpridos pela polícia civil, no final da tarde desta sexta-feira.

O policial foi levado para o Batalhão de Polícia Militar da cidade de Patos, enquanto o outro suspeito foi recolhido na Cadeia Pública de Conceição.

 

 

Vale do Piancó Notícias