Policial penal é executado com tiros no rosto em João Pessoa Policial penal é executado com tiros no rosto em João Pessoa Policial penal é executado com tiros no rosto em João Pessoa

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Policial penal é executado com tiros no rosto em João Pessoa





 
Um policial penal foi morto a tiros no início da manhã desta sexta-feira (28) na rua Marivaldo da Silva Ribeiro, na Comunidade Nova República, no bairro do Geisel, em João Pessoa. O crime aconteceu por volta das 4h em uma rua que liga o Geisel ao Grotão.

A vítima foi identificada como Hiran Paulo Raboso Belmont Neto, 41 anos. Ele trabalhava na custódia de apenados em hospitais da capital.

O corpo do rapaz estava fora do carro e, segundo a polícia, os disparos foram efetuados no rosto da vítima.

Uma equipe de suporte avançado do Samu foi acionada para realizar o socorro, mas não houve tempo, pois o homem já estava em óbito.

De acordo com o delegado Diego Garcia, a motivação será investigada, mas há a possibilidade de ter sido latrocínio (roubo seguido de morte).

"É um policial penal que seguia nessa via, que foi cercado por indivíduos, que efetuaram os disparos. Ele perdeu o controle e colidiu com o muro", explicou.

Até o fechamento desta matéria, nenhum suspeito havia sido preso.



Imagem: Flávio Fernandes/TV Tambaú