Policiais militares e Bombeiros realizam novo protesto na tarde desta quinta-feira (19), em frente à Granja Santana, residência oficial do governador da Paraíba. Policiais militares e Bombeiros realizam novo protesto na tarde desta quinta-feira (19), em frente à Granja Santana, residência oficial do governador da Paraíba. Policiais militares e Bombeiros realizam novo protesto na tarde desta quinta-feira (19), em frente à Granja Santana, residência oficial do governador da Paraíba.

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Policiais militares e Bombeiros realizam novo protesto na tarde desta quinta-feira (19), em frente à Granja Santana, residência oficial do governador da Paraíba.




 


Policiais militares e integrantes do Corpo de Bombeiros realizaram um novo protesto na tarde desta quinta-feira (19), em frente à Granja Santana, residência oficial do governador da Paraíba.

Na semana passada, instituições ligadas a Policia Militar informaram que não aceitam propostas do Governo do Estado para a categoria. Apenas o Clube dos Oficiais da Polícia Militar aceitou a proposta. Um dos pontos divergentes seria a incorporação da bolsa desempenho até 2026. Os militares querem que isso ocorresse até o fim do ano quando encerra o atual mandato do governador João Azevêdo.

De acordo com um dos organizadores da manifestação, o deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL), além disso, o protesto também seria por causa de proposta uma aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba que, segundo o parlamentar, retira direitos dos policiais. “Tiram promoções de proventos, adicional de inatividade e terceiriza efetivo”, disse.

Alguns integrantes do Governo, acusam o deputado de tentar se promover politicamente em cima das reais reivindicações da classe. Além de Gilberto, participaram do encontro o deputado estadual Walber Virgolino (Patriota), o pré-candidato ao Governo, Nilvan Ferreira (PTB), o vereador e pré-candidato a senador, Carlão Pelo Bem (Patriota) e o pré-candidato a deputado federal, Caio da Federal.




Redação: @pbaqui.com.br