Jovem estudante Júlia Almeida morre de maneira precoce e choca região de Patos Jovem estudante Júlia Almeida morre de maneira precoce e choca região de Patos Jovem estudante Júlia Almeida morre de maneira precoce e choca região de Patos

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Jovem estudante Júlia Almeida morre de maneira precoce e choca região de Patos




Faleceu na noite deste domingo, dia 26 de dezembro, a jovem Júlia Rodrigues Almeida, residente no Sítio Santa Rita, zona rural de Santa Gertrudes, região metropolitana de Patos.

 

Ela deu entrada no Complexo Hospitalar Regional de Patos na noite deste domingo (26), em estado grave com um quadro de acidose (condição em que há um desequilíbrio nos níveis de ácido presentes no sangue), e também um distúrbio hidroeletrolítico, que é quando o paciente perde quantidade significativa de líquidos corporais e, consequentemente, de eletrólitos.

 

Porém, a causa da morte só pode ser confirmada através do Serviço de Verificação de Óbito (SVO). Ela testou positivo para Covid-19 ao dar entrada na UTI, mas de acordo com a direção do hospital, esse teste positivo provavelmente não foi a causa de sua morte.

 

Nas redes sociais a comoção é grande com a morte repentina da jovem, que estudava atualmente na ECI Monsenhor Manuel Vieira, em Patos, e cursava a 1ª série do ensino médio.