Assaltantes usando moto ameaçam mulheres e roubam objetos pessoais no Bairro Brasília, em Patos Assaltantes usando moto ameaçam mulheres e roubam objetos pessoais no Bairro Brasília, em Patos Assaltantes usando moto ameaçam mulheres e roubam objetos pessoais no Bairro Brasília, em Patos

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Assaltantes usando moto ameaçam mulheres e roubam objetos pessoais no Bairro Brasília, em Patos






 
As amigas Paula e Alexsandra saiam da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, localizada no Bairro Brasília, em Patos, quando foram abordadas por dois assaltantes que usavam uma moto para praticar roubo na manhã deste domingo, dia 19, por volta do meio-dia.

Paula e Alexandra relataram que saíram da igreja e se deslocavam de moto para a casa de uma amiga próximo ao Fórum da Vara do Trabalho de Patos, Rua Bossuet Wanderley, no Bairro Brasília. Elas estavam trafegando tranquilamente quando dois homens, também em moto, se aproximaram e anunciaram o assalto.

Paula relatou que pensava que era uma brincadeira quando um dos assaltantes disse para ela entregar a bolsa. Ela chegou a olhar para os dois assaltantes e foi neste momento que um deles puxou uma faca. Imagens de câmeras de segurança mostram a movimentação no momento exato do assalto.

As amigas entregaram todos os pertences que estavam nas bolsas, incluindo celulares, documentos e outros objetos pessoais. Uma outra amiga que vinha também em uma moto logo atrás presenciou todo o fato, mas teve medo de seguir os suspeitos, pois estava com o seu filho na moto.

Paula e Alexsandra ficaram atônitas com o ocorrido. Elas buscaram a Delegacia de Polícia Civil, no Bairro Belo Horizonte, e disseram que foram mal atendidas por uma agente da polícia. Paula relatou que a agente não quis registrar o fato como assalto e sugeriu fazer o Boletim de Ocorrência como extravio. Ainda houveram questionamentos, mas, diante do constrangimento, as amigas aceitaram a recomendação.

Alexandra, que está com viagem internacional marcada, teme que sofra prejuízos por não estar com nenhum documento e tem receio dos prazo para buscar segunda via. 

Imagens de câmeras mostram os dois criminosos circulando nas imediações onde aconteceu o fato, mas diante do Boletim de Ocorrência constar como extravio, as amigas acham que a Polícia Civil não dará a atenção merecida ao caso que pode estar acontecendo com outras pessoas.


Jozivan Antero – Polêmica Patos