Aluna de escola de Cajazeiras leu mais de 200 livros durante a pandemia e dá show na literatura Aluna de escola de Cajazeiras leu mais de 200 livros durante a pandemia e dá show na literatura Aluna de escola de Cajazeiras leu mais de 200 livros durante a pandemia e dá show na literatura

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Aluna de escola de Cajazeiras leu mais de 200 livros durante a pandemia e dá show na literatura




A estudante Yasmin Lucena Lins, de 13 anos, aluna do 8º ano do Colégio Nossa Senhora do Carmo, em Cajazeiras, leu mais de 200 livros durante a pandemia.

De acordo com levantamento do Instituto Pró-Livro, apenas 52% dos brasileiros tem hábito de leitura. Esse hábito traz muitos benefícios cognitivos: melhora o funcionamento do cérebro, estimula a criatividade, possibilita o desenvolvimento do senso crítico, entre outras vantagens. Yasmin já tem plena consciência da importância da leitura na vida das pessoas.

“Quando a gente lê, a gente não está só lendo, a gente está fertilizando nossa imaginação, aprendendo coisas novas. Até porque, se existem tantos livros para ler, a gente ainda tem muita coisa para aprender”, pontuou a adol

escente.

Yasmin já perdeu a conta de quantos livros leu até o momento, mas ela tem suas preferências e dá dicas para outros jovens descobrirem o fantástico mundo da leitura.

“Eu gosto muito da V. E. Schwab, gosto muito de ‘Tons de Magia’ dela. Mas não consigo dizer um livro que mais vai me marcar porque eu acho que todos têm algo de especial que marca”.

 

 Yasmin e a equipe do Colégio Nossa Senhora do Carmo (Foto: Matheus Rolim)
O coordenador pedagógico do Colégio Nossa Senhora do Carmo, Jefferson Fernandes, ressalta a importância de desenvolver a competência leitora dos alunos na escola e no meio familiar. Já a professora Rayrinne Stefani enfatiza a importância das aulas de Língua Portuguesa para a formação de leitores.

Em 2021, o Colégio Nossa Senhora do Carmo implantará o Sistema Farias Brito de Ensino, com projetos específicos para leitura, entre eles o “Território da Leitura”. O Sistema é líder no mercado editorial brasileiro e referência em educação de resultados.

“Esse projeto terá participação de um professor e por trás um auxílio pedagógico completo, onde essas crianças terão oportunidade de produzirem seus próprios títulos”, explicou o diretor Wesley Gonçalves.

Fonte: Diário do Sertão