Com informações do NI, acusado de matar jovem em Cajazeiras é preso pela Polícia Militar em Caririaçu no Ceará Com informações do NI, acusado de matar jovem em Cajazeiras é preso pela Polícia Militar em Caririaçu no Ceará Com informações do NI, acusado de matar jovem em Cajazeiras é preso pela Polícia Militar em Caririaçu no Ceará

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Com informações do NI, acusado de matar jovem em Cajazeiras é preso pela Polícia Militar em Caririaçu no Ceará

 




Nesta quinta-feira (18), policiais militares da cidade de  Caririaçu no Ceará, com informações do NI do 6ª BPM de Cajazeiras PB cumpriram um mandado de prisão em desfavor de Ramon Ferreira Cavalcante Filho, vulgo “Ramonzinho”, de 24 anos.


Ramon Ferreira Cavalcante Filho, vulgo “Ramonzinho”, de 24 anos de idade, estava com um mandado de prisão preventivo em aberto expedido pela comarca de Cajazeiras-PB. Ele é principal suspeito de ter atirado na jovem Karolayne Silva de 20 anos na época do crime.


Entenda





Karol como era conhecida, era moradora do bairro São José zona norte de Cajazeiras foi alvejada com vários tiros na tarde do dia (27) de Novembro de 2017, quando estava com seu companheiro identificado Romário, que na atualidade está preso, na Rua Tenente Arsênio no centro da cidade quando consertava uma moto e foram surpreendidos por dois elementos.

O casal ainda adentrou a loja de Peças de Motos para se esconder, mas Karol foi alvejada com pelos menos 4 tiros na região da cabeça, tórax e perna.

A mesma foi socorrida em estado gravíssimo para o HRC, onde veio a falecer nos primeiros minutos do dia 28.

Karol era irmã do Kaio Felipe da Silva, que está peso no Presídio Padrão de Cajazeiras, é o principal suspeito de ter cometido um duplo homicídio na cidade de Bom Jesus no dia 03 de Dezembro de 2016, quando ele, e mais três elementos invadiram uma casa e mataram com vários tiros José Laércio Farias de Oliveira de 65 anos, que morreu dentro de uma rede sem ter chances de defesa e José Leandro Soares de Oliveiras de 23 anos vulgo (Leandrinho dos Bodegas), que ainda foi socorrido, mas faleceu pouco tempo depois, e que eram parentes Tio e avô de Ramonzinho que teria cometido o crime por vingança.

Kaio Felipe da Silva foi acusado do duplo homicídio que vitimou Leandro Cordeiro de Melo, 23 anos, e seu sobrinho de apenas três anos. O crime aconteceu em abril de 2013, na zona norte da cidade.

Após ser preso o acusado que estava armado  foi levado à Delegacia de Polícia Civil para a realização dos procedimentos cabíveis.