VÍDEO: Mãe chora e avó fica de joelhos ao pedirem ajuda para adolescente que sofre com doença e tumor em Cajazeiras VÍDEO: Mãe chora e avó fica de joelhos ao pedirem ajuda para adolescente que sofre com doença e tumor em Cajazeiras VÍDEO: Mãe chora e avó fica de joelhos ao pedirem ajuda para adolescente que sofre com doença e tumor em Cajazeiras

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

VÍDEO: Mãe chora e avó fica de joelhos ao pedirem ajuda para adolescente que sofre com doença e tumor em Cajazeiras











O quadro “Momento Solidariedade”, do programa Olho Vivo, conheceu nesta segunda-feira (18) a dramática situação do adolescente Mateus Gomes, de 17 anos, que reside na Zona Norte de Cajazeiras. Mateus não fala e foi diagnosticado com a doença de Crohn e com um tumor no rins esquerdo.

A doença de Crohn é uma inflamação intestinal que pode afetar qualquer parte do aparelho digestivo, causando dor abdominal, diarreia, perda de peso, anemia e fadiga. Os custos para tratar dessa doença são muito altos. É aí que entra o apelo da família.

Marta Gomes, mãe de Mateus, foi quem chamou a reportagem do Olho Vivo para pedir ajuda. Ela se emocionou ao relatar a situação da família, que está desempregada e mora em casa alugada.

O que ele precisa

O adolescente precisa de uma tomografia urgente que custa cerca de mil reais. Em seguida, ele deve se submeter a uma cirurgia que custa dez mil reais.

O adolescente também precisa de ajuda para comprar um leite especial que custa 200 reais. Além disso, a família necessita de uma geladeira para armazenar as ampolas de injeção que ele toma a cada 15 dias. Sem geladeira, a mãe guarda as ampolas na casa de uma colega que fica distante, no Bairro dos Remédios.

“Olhem para esse jovem, ele precisa urgentemente da ajuda de vocês. Não é fácil. Nós estamos desempregados e ele precisa de ajuda”, falou a mãe, aos prantos.


Dona Fátima, avó de Mateus, se ajoelhou para pedir ajuda (Foto: Kauã Vitor / TV Diário do Sertão)

Agressão covarde

Há cerca de um ano, Mateus foi agredido por dois homens, teve traumatismo craniano e ficou com sequelas. A mãe desconfia que a doença de Crohn foi consequência das agressões. Em maio desse ano os problemas começaram a surgir.

Avó de joelhos

Dona Fátima Gomes, avó de Mateus, se ajoelhou para pedir ajuda: “Tem três deputados aqui em Cajazeiras e os empresários que têm condição, não tenham pena de ajudar quem está precisando. A doença dele é muito pesada, é custo de vida para quem não tem condição. Se não tratar da doença com os medicamentos e os alimentos, ele não resiste”, disse a idosa.

Como ajudar

Quem puder colaborar com a família, deve entrar em contato pelo telefone / whatsapp (83) 99311-0912 ou ir até a residência que fica na Rua Ascendino Valdivino, Loteamento Cristal 1.

DIÁRIO DO SERTÃO