Coronel Campos detalha operação que desarticulou quadrilha que explodia bancos na região de Patos Coronel Campos detalha operação que desarticulou quadrilha que explodia bancos na região de Patos Coronel Campos detalha operação que desarticulou quadrilha que explodia bancos na região de Patos

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Coronel Campos detalha operação que desarticulou quadrilha que explodia bancos na região de Patos



O comandante do Comando de Policiamento Regional II em Patos, Coronel Campos, conversou com a reportagem do Patosonline.com, na tarde desta quinta-feira, para fazer um balanço sobre a operação que desbaratou uma organização criminosa que vinha explodindo bancos na região de Patos nos últimos meses.

De acordo com Campos, a operação teve início a partir de informações da Inteligência das Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, que trabalharam integradas para fortalecer o combate ao crime organizado na região. Ele comentou sobre o trabalho das forças de segurança da Paraíba.

“Ontem foi um dia em que a segurança pública da Paraíba despontou com ações e operações de inteligências, integradas, e dessas ações, começando com uma ocorrência em Paulista, onde um grupo armado fez um assalto no banco da cidade, através de explosão, e na fuga começaram as diligências, com o 12º Batalhão, no decorrer de tudo, uma parte desse grupo foi localizada em Coremas, onde houve prisão e troca de tiros, mas houve uma resposta da segurança pública, foram feridos e socorridos, mas não resistiram”, comentou o coronel.

Ainda segundo Campos, a operação teve sequência e obteve êxito no trabalho de investigação e articulação entre as forças, o que resultou no desmonte de uma organização criminosa que estava causando medo e grandes prejuízos ao sertão do estado.

“Mais tarde, durante a noite, recebemos informações da Inteligência da PM, PC e PRF e montamos duas barreiras de policiais para interceptar um veículo, na entrada de Patos, que seguia com parte da quadrilha. Eles desobedeceram a ordem de parada e começou uma perseguição com troca de tiros. No primeiro contato eles conseguiram furar, mas na segunda eles perderam o controle do veículo e desceram a ribanceira. Quando houve a segunda troca de tiros”, esclareceu o comandante.

Coronel Campos deu outros detalhes desta operação que findou com a morte de 6 componentes da quadrilha que vinha tocando o terror no sertão da Paraíba. 





Patos online