Seis anos de impunidade do caso Papa-mel de Cajazeiras Seis anos de impunidade do caso Papa-mel de Cajazeiras Seis anos de impunidade do caso Papa-mel de Cajazeiras

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Seis anos de impunidade do caso Papa-mel de Cajazeiras








No último dia 19 de setembro de 2021 mais um aniversário de impunidade, o assassinato de mãe e filho que ficou conhecido como “crime do Papa Mel”, ocorrido na zona rural de Cajazeiras, completa 06 anos sem elucidação.

Em 19 de setembro de 2015, Maria Berenice de Sá, de 54 anos, e seu filho Rafael da Silva de Sá, 22 anos, foram encontrados mortos dentro da residência da família, uma humilde casa localizada no sítio Papa Mel.

De acordo com a perícia, mãe e filho foram asfixiados e deixados em cima de uma cama cobertos por lençóis. Os indícios apontam para crime de latrocínio. No entanto, seis anos depois, a polícia ainda não conseguiu localizar o principal suspeito, nem a moto que foi roubada.