Com apoio dos Bombeiros, Polícia Militar Ambiental prende quatro homens em flagrante, caçando aves na barragem da Farinha em Patos PB Com apoio dos Bombeiros, Polícia Militar Ambiental prende quatro homens em flagrante, caçando aves na barragem da Farinha em Patos PB Com apoio dos Bombeiros, Polícia Militar Ambiental prende quatro homens em flagrante, caçando aves na barragem da Farinha em Patos PB

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Com apoio dos Bombeiros, Polícia Militar Ambiental prende quatro homens em flagrante, caçando aves na barragem da Farinha em Patos PB






A polícia militar foi acionada para comparecer na Barragem da Farinha em Patos PB, pois no local estava ocorrendo uma situação de crime ambiental contra a fauna, onde se confirmou a caça não autorizada pelo órgão ambiental de aves aquáticas da fauna brasileira, onde quatro caçadores foram flagrados caçando com armas de fogo (espingardas), na barragem da Farinha, próximo a chácara Península, fato confirmado por moradores da localidade; Diante os fatos, uma equipe do corpo de Bombeiros Militar da Paraíba, com sua embarcação  no intuito de prestar suporte as fiscalizações, as diligências receberam o apoio do comandante do 3º BPM; em ato contínuo, policiais militares da 3ª Companhia de policiamento ambiental, conseguiram localizar a embarcação com os quatro suspeitos, identificados como ELDER DIAS RODRIGUES, – (54 ANOS), ITAMAR PEREIRA DA SILVA, (43 ANOS),  ADRIANO DE OLIVEIRA DINIZ, (49 ANOS),  JOÃO PAULO DE AMORIM,  (50 ANOS),  que se encontravam desembarcados, com armas em punho, e em posse de algumas aves abatidas, mais especificamente galinhas dágua (gallinula-chleropus), sendo encontrados 26 (vinte e seis) animais abatidos dentro da embarcação; os suspeitos foram conduzidos até a delegacia de polícia civil em patos pb, por infringir a lei nº 9.605/98, art. 29, parágrafo 1º, inciso iii (matar animais silvestre) e por porte ilegal de arma de fogo; que foi lavrado auto de infração pelo crime ambiental no valor de r$ 13.000,00 (treze mil reais) e termo de apreensão das armas, do barco (depósito fiel) e animais abatidos, foram apresentados os indigitados e todo material apreendido, ao delegado Elcenho Leite.

obs: Os animais apreendidos administrativamente serão incinerados.