Criança de três anos é morta por espancamento pelo padrasto em Cajazeiras Criança de três anos é morta por espancamento pelo padrasto em Cajazeiras Criança de três anos é morta por espancamento pelo padrasto em Cajazeiras

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Criança de três anos é morta por espancamento pelo padrasto em Cajazeiras








 

 

Por volta das 14h45, uma guarnição da PM foi solicitada pelo Centro de Operações da Polícia Militar, informando que duas Assistentes Sociais  repassavam o comunicado de que havia dado entrada no Hospital Regional de Cajazeiras, uma criança identificada como Ana Laura Tavares Bandeira, 03 anos, com graves escoriações na região abdominal e que apesar de vários procedimentos da equipe médica de plantão daquela Casa de Saúde, momentos depois a criança entrou em óbito.

Segundo informações das Assistentes, o Investigado,  Matheus Quirino da Silva, 21 anos. após deixar a criança juntamente com Daniele Tavares Bandeira, 24 anos (Genitora da criança), evadiu-se do local, juntamente com o Senhor José Mangueira de Sousa, que prestou o apoio no socorro da criança até o HRC.

Momentos depois, o Senhor José Mangueira juntamente com o investigado, retornaram ao Hospital, quando foram abordados por uma Guarnição da Força Tática e em seguida, Matheus Quirino (Investigado), confessou que seria o autor dos hematomas que ocasionaram o óbito da criança de 03 anos de idade.

Vale salientar, que outra menor, também filha de Daniele Tavares, estava no momento em companhia do investigado e o Senhor José Mangueira, sendo esta assistida por dois membros do Conselho Tutelar e que após ser submetida a um laudo de ofensa física, fora constatado vários hematomas na região frontal do crânio e dorso, inclusive com perigo de vida.

Diante dos fatos, as partes envolvidas foram submetidas a Laudos de Ofensa Física no Hospital Regional de Cajazeiras e reconduzidas a Central de Polícia Civil, ficando a disposição da Autoridade Plantonista.