Polícia Ambiental, em Patos, realiza campanha de entrega voluntária de animais silvestres para evitar punições Polícia Ambiental, em Patos, realiza campanha de entrega voluntária de animais silvestres para evitar punições Polícia Ambiental, em Patos, realiza campanha de entrega voluntária de animais silvestres para evitar punições

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Polícia Ambiental, em Patos, realiza campanha de entrega voluntária de animais silvestres para evitar punições





A 3º Companhia de Polícia Ambiental (CPAmb) incentiva a entrega voluntária de animais silvestres. Desta forma, é possível evitar as punições previstas pela legislação ambiental brasileira. Os interessados em devolver os animais à natureza devem ligar para o telefone 3421-5962 ou ir diretamente na sede da CPAmb, localizada na Rua Violonista Antônio Moreno s/n° – Noé Trajano, Patos.

A guarda ou posse de animais em cativeiro ou depósito é crime, cuja pena é a partir de seis meses a um ano de prisão e multa que vai R$ 500,00 a R$ 5 mil, caso esteja na lista de ameaça de extinção. A entrega voluntária, além de contribuir com a natureza, vai evitar as penalidades ou seja a entrega voluntária isenta a pessoa de ação penal e multa – caso o animal não seja legalizado.

Os perigos de tentar soltar por conta própria

Quem planeja soltar os animais na natureza por conta própria, pode colocá-los em um risco bem maior do que estava tendo em ser criado em cativeiro, alerta a comandante da Companhia de Polícia Ambiental, Capitã Thais. É preciso que os animais passem por uma reabilitação e sejam soltos em local adequado, para não introduzir a espécie em um local que não pertence à região em que ela vive, o que causar até um desequilíbrio no meio ambiente.


Assessoria