Morte de jovem por engano em Boa Ventura gera revolta na cidade Morte de jovem por engano em Boa Ventura gera revolta na cidade Morte de jovem por engano em Boa Ventura gera revolta na cidade

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Morte de jovem por engano em Boa Ventura gera revolta na cidade




Familiares do jovem José Wellynton Leite Rodrigues, de 29 anos, morador de Boa Ventura, estão revoltados com a morte do rapaz durante uma ação policial na madrugada deste sábado, 12, no centro da cidade.

Wellynton estava como passageiro em um Golfe vermelho que era conduzido pelo comerciante João Lemos Ferreira da Silva, residente nas imediações da Igreja do Rosário, em Itaporanga.

O dono e condutor do carro contou que os dois saíram da casa de um amigo, onde estavam bebendo, e, metros depois, ainda no centro da cidade, encontraram uma viatura policial. “A polícia deu ordem de parada e eu parei, saí do carro imediatamente e me joguei no chão, foi quando eu ouvi o tiro”, comentou o comerciante. O disparo varou o vidro de uma das portas traseiras do carro e atingiu fatalmente a cabeça do rapaz, que era solteiro e muito benquisto na cidade. Familiares e amigos do jovem usaram as redes sociais para lamentar o ocorrido. Eles não têm dúvidas de que um inocente foi morto por engano.



O comerciante, que será ouvido, a princípio, como testemunha na delegacia, disse também que não havia arma no veículo. “Nunca possuí arma, nunca andei com arma, assim também com sei que o rapaz que estava comigo também não estava armado”, narrou ele, ao acrescentar que, quando decidiu vir embora, o jovem, que estava no grupo de amigos, pediu uma carona até sua casa, que fica nas proximidades do clube boaventurense. Os dois seguiram normalmente até o encontro com a polícia.

Segundo o dr.Sheldon, delegado que apura o caso, somente depois que chegar à delegacia o relatório da Polícia Militar sobre o caso é que ele poderá aprofundar as investigações, mas tudo indica que, realmente, tratou-se de uma morte por engano. A perícia foi feita no veículo e o corpo do jovem foi encaminhado para necropsia em Patos. Esses relatórios também vão ajudar o delegado a compreender o que ocorreu. Câmeras de segurança também estão sendo procuradas para ver se há imagens da ação policial.

Segundo informações apuradas pela Folha, policiais militares foram até Boa Ventura depois de denúncia de que homens em um Prisma preto estariam prestes a arrombar a agência do Bradesco da cidade. Esse carro suspeito realmente chegou a ser visto rondando as imediações do banco, segundo populares, mas conseguiu escapar à tentativa de cerco policial.

Leia também: Jovem é morto após supostamente ser confundido com assaltante, em Boa Ventura

Com Folha do Vale