Morre em Cajazeiras, aos 95 anos, Dona Doquinha, irmã de 'Tereza do Pau' Morre em Cajazeiras, aos 95 anos, Dona Doquinha, irmã de 'Tereza do Pau' Morre em Cajazeiras, aos 95 anos, Dona Doquinha, irmã de 'Tereza do Pau'

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Morre em Cajazeiras, aos 95 anos, Dona Doquinha, irmã de 'Tereza do Pau'




Faleceu na manhã desta sexta-feira, 11, a senhora Raimunda Fernandes de Sousa, de 94 anos, conhecida popularmente como 'Dona Doquinha'. 

De acordo com as informações, Dona Doquinha residia no 'Beco da Facada', localizado no Bairro São Francisco, em Cajazeiras, e encontrava-se acamada há certo tempo. Atualmente estava sob os cuidados de vizinhos e já havia perdido a total lucidez. 

Dona Doquinha era irmã de Tereza Fernandes de Sousa, a folclórica 'Tereza do Pau', como era chamada em Cajazeiras, e que faleceu em março de 2019 enquanto residia no Lar de Idosos Joca Claudino.

HISTÓRIA

Na juventude, Raimunda Fernandes de Sousa, a 'Dona Doquinha', residia na rua São Sebastião e era proprietária do bar 'Cabaré Pitu', localizado na rua Romualdo Rolim, próximo à Praça Camilo de Holanda, zona sul de Cajazeiras. 

Após certo tempo, Dona Doquinha mudou-se para o bairro São Francisco, a 'Asa Sul', onde permaceu até seu último dia de vida. 

Sua irmã, Tereza Fernandes de Sousa, a conhecida 'Tereza do Pau', quando jovem, trabalhou como vendedora de perfumes e professora da rede municipal de ensino. 

Dona Doquinha e Tereza residiram juntas na Asa Sul até 31 março de 2016, data em que uma operação conjunta do Conselho do Idoso, Policia Militar, Corpo de Bombeiros e SAMU regatou Tereza por estar vivendo em condições de extrema pobreza. Dona Doquinha permaneceu sozinha no simples casebre localizado no 'Beco da Facada', recebendo ajuda de vizinhos e amigos. 

Tereza era conhecida por pelo apelido de 'Tereza do Pau' por andar sempre com vestidos coloridos, pintar o cabelo, carregar na cabeça uma espécie de turbante e nas mãos um pedaço de madeira

Em 2013, o bloco carnavalesco Cafuçu homenageou Tereza como matriarca do desfile daquele ano.

Tereza faleceu em 23 de março de 2019, aos 76 anos, vítima de um infarto. 

Em 2014, ao receber a visita de uma equipe de TV em sua casa, Doquinha foi questionada sobre sua história de vida. Respondendo, ela disse: "Relembrar o passado é sofrer duas vezes".

Além de Doquinha e Tereza, existe ainda uma terceira irmã chamada 'Elza', que residia no estado do Rio Grande do Norte. Doquinha e Tereza, entretanto, haviam perdido contato com a irmã há vários anos.

Fonte Henrique