Deputada Dra. Paula rebate criticas de Júnior Araújo, manda recado e lança desafio: “Quanto você doou de salário a pessoas pobres nesta pandemia?”. Deputada Dra. Paula rebate criticas de Júnior Araújo, manda recado e lança desafio: “Quanto você doou de salário a pessoas pobres nesta pandemia?”. Deputada Dra. Paula rebate criticas de Júnior Araújo, manda recado e lança desafio: “Quanto você doou de salário a pessoas pobres nesta pandemia?”.

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Deputada Dra. Paula rebate criticas de Júnior Araújo, manda recado e lança desafio: “Quanto você doou de salário a pessoas pobres nesta pandemia?”.




A Deputada Estadual Dra. Paula Francinete (PP), utilizou-se da imprensa local para rebater as criticas realizadas pelo também deputado estadual Júnior Araújo (Avante), em virtude da reunião realizada junto ao Governador João Azevêdo e que reuniu integrantes do Partido Progressistas na Paraíba.

Dra. Paula afirmou que “Não tenho relação com o Palácio da Redenção desde pequena. Mesmo com o meu Tio Zé Lacerda, um dos Deputados que mais exerceu mandatos na Paraíba, chegando a ser vice-governador. Nunca se quer visitei o gabinete dele. Outro exemplo é meu esposo, que também foi Deputado e nunca fui ao Gabinete dele. Até mesmo a família Cunha Lima, se quer emprego pedi a eles”. Afirmou a Deputada.

Dra. Paula destacou que sempre teve acesso a políticos e mesmo assim, nunca gostou do cheiro do Palácio. Sempre exercendo a sua profissão, suando e ganhando seu salário junto do seu suor.

“Sempre exerci minha profissão, tudo foi através do meu suor.
 Nunca usei do poder para ter acesso, ou até mesmo usar o poder para ocupar cargos. Agora destaco o cheiro do povo, gosto do cheiro do pobre, gosto de está ao lado da pobreza”. Afirmou Dra. Paula.
Em sua fala a Deputada acrescentou que existe um aumento da pobreza, se fazendo necessário uma atenção dos Poderes, com o aumento da desigualdade social.

“Voto são secundários, o que vale, realmente são suas ações. Destaco aqui, a doação do meu salário, onde destinei para a igreja, para que fosse destinado a população, mesmo sem a utilização do meu nome”. Afirmou Paula Francinete.

A Deputada foi dura e desafiou o Deputado Júnior Araújo, para que o mesmo apresentasse alguma ação sua, voltada a atender a necessidade da população pobre, citando o exemplo de quanto do seu salário o mesmo haveria doado para aquisição de cestas básicas.