Segurança dos estabelecimentos comerciais de Cajazeiras é discutida durante reunião na CDL. Segurança dos estabelecimentos comerciais de Cajazeiras é discutida durante reunião na CDL. Segurança dos estabelecimentos comerciais de Cajazeiras é discutida durante reunião na CDL.

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Segurança dos estabelecimentos comerciais de Cajazeiras é discutida durante reunião na CDL.




 

 Membros da Câmara de Dirigentes Lojista de Cajazeiras (CDL) da cidade de Cajazeiras, no Sertão paraibano, se reuniram , para debater os problemas de segurança pública no município principalmente nos estabelecimentos comercias da cidade, que sofrem com assaltos e arrombamentos constantes. Durante a reunião foi garantido o aumento de rondas policiais na cidade.


O presidente da CDL Alexandre Costa, apresentou as demandas dos proprietários de estabelecimentos comerciais da cidade e apresentou a proposta do resgate do Previu-Programa de Vigilância das Vias Urbanas de Cajazeiras, um projeto piloto implantado em 2013 na Rua Padre Manoel Mariano. “A saída para combater a criminalidade é a tecnologia, por isso, discutimos a volta do projeto de monitoramento das principais ruas de Cajazeiras e isso vamos encaminhar ao governo do estado”, afirmou.

De acordo com Alexandre, será pautada uma conversa com a Superintendência Cajazeirense de Transporte e Trânsito (SCTRANS) para tentar fazer uma parceria e aproveitar as câmeras de monitoramento de trânsito já instaladas na cidade. “A segurança é uma questão da sociedade e envolve o setor público e privado, podemos fazer uma parceria dos empresários, a SCTRANS e 6º Batalhão da Policia Militar” disse.

O comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, o tenente-coronel Terceiro, participou da reunião e ouviu relatos das vítimas.“Muitos comerciantes afirmaram que deixaram de comunicar alguns assaltos a polícia pensando que não valia a pena, mas frisamos que todo tipo de delito é preciso comunicar a polícia e fazer os registros na polícia Civil, para que possamos fazer nosso planejamento estratégico”, detalhou.

O tenente-coronel disse que as câmeras de segurança são muito importantes para a elucidação dos crimes. “A câmera é a segurança do futuro, os proprietários dos estabelecimentos devem posicionar pegando parte da rua”, explicou.

O comandante afirmou também que será criado um grupo de estudo e apoio para a própria CDL para os crimes de roubos, furtos e arrombamentos não se repitam nos estabelecimentos da cidade.

Diário do Sertão