Drª Paula fala da CPI da Covid e diz que a ciência tem que ser respeitada independente de questões políticas Drª Paula fala da CPI da Covid e diz que a ciência tem que ser respeitada independente de questões políticas Drª Paula fala da CPI da Covid e diz que a ciência tem que ser respeitada independente de questões políticas

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Drª Paula fala da CPI da Covid e diz que a ciência tem que ser respeitada independente de questões políticas




A deputada Drª Paula (Progressistas) voltou a defender a ciência e a técnica ante a maior crise sanitária em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19). Em pronunciamento feito nesta terça-feira (4), na Assembleia Legislativa da Paraíba, a deputada disse, também, que acredita na CPI da Covid, para quem a Comissão trará luz sobre as falhas do governo no enfrentamento da pandemia.

Desde a confirmação dos primeiros casos de Covid-19 no Brasil que a deputada Drª Paula tem chamado a atenção do povo paraibano e brasileiro sobre a importância de seguir às recomendações médicas. No caso das autoridades, alertou quanto à observância à ciência e à técnica.

“A ciência tem que ser respeitada, em todos os segmentos. E, quando a questão é de saúde pública, não há outro caminho senão recorrer à ciência e a técnica”, declarou a deputada.

No que diz respeito à CPI da Covid, instalada no Senado Federal, a parlamentar frisou que  hoje é o “dia D” da CPI, com o início dos trabalhos, quando será tomado o depoimento de ex-ministros da Saúde do governo do presidente Jair Bolsonaro.

“É esperado que os ex-ministros Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich revelem o que ocorreu nos bastidores do governo quanto às medidas de enfrentamento   à pandemia, promovidas pelo governo federal. É esperado também o depoimento do general Pazuello”, comentou.

Governadores e Prefeitos

Drª Paula lembrou que embora o foco da CPI seja o governo federal,  em paralelo a Comissão vai, também, investigar as ações de governadores e prefeitos, onde são apontados possíveis desvios de recursos.

Descrédito

De acordo com a deputada Drª Paula, a ineficiência do governo federal no enfrentamento da pandemia, no início da crise, empurrou o Brasil para a categoria de país de terceiro mundo, no que pese o know how do Sistema Único de Saúde (SUS), que é exemplo para o mundo.

“Mais de 400 mil mortes no Brasil, por um vírus que atravessou continentes. Não há outra saída senão a vacina. E o tratamento e o enfretamento da doença devem ser com base na ciência”, finalizou.