Suspeito de matar Patrícia Roberta é preso em casa de amigo, em João Pessoa Suspeito de matar Patrícia Roberta é preso em casa de amigo, em João Pessoa Suspeito de matar Patrícia Roberta é preso em casa de amigo, em João Pessoa

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Suspeito de matar Patrícia Roberta é preso em casa de amigo, em João Pessoa





Jonathan Henrique G. dos Santos, de 23 anos, também conhecido como Nataw, foi preso no fim da noite dessa terça-feira (27), em Mangabeira II, João Pessoa. Ele é suspeito de matar a jovem Patrícia Roberta, de 22 anos. A motocicleta que teria sido usada para transportar o corpo da jovem até o local onde foi encontrado também estava no local.

A vítima morava em Caruaru e veio para João Pessoa na sexta-feira (23), encontrar com o, então amigo, Jonathan. Ela ainda manteve contato com a família, afirmou que tinha sido deixada trancada em casa e depois não houve mais mensagens, desde o domingo (25). A família veio de Caruaru para João Pessoa, onde prestou queixa e a Polícia Militar e Civil iniciaram buscas na região de Gramame onde fica o apartamento do suspeito. O corpo da jovem foi encontrada ainda na tarde dessa terça, em uma área de mata no Novo Geisel.

De acordo com informações Jonathan e Patrícia seriam amigos há dez anos, teriam se afastado e se reencontrado pelas redes sociais.

Além de Jonathan, seu amigo identificado apenas como Marcos, também foi preso com bilhetes sujos de sangue que estariam ligados ao homicídio de Patrícia. Alguns desses bilhetes ainda serão analisados.

Os dois foram apresentados na Central de Polícia Civil, em João Pessoa, onde permanecem na manhã desta quarta-feira (28) na carceragem.


Marília Domingues Paraíba.com.BR