Morre, aos 89 anos, Dona Joaninha, viúva do oftalmologista Sabino Rolim Guimarães Morre, aos 89 anos, Dona Joaninha, viúva do oftalmologista Sabino Rolim Guimarães Morre, aos 89 anos, Dona Joaninha, viúva do oftalmologista Sabino Rolim Guimarães

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I
SUPER BANNER

Morre, aos 89 anos, Dona Joaninha, viúva do oftalmologista Sabino Rolim Guimarães




 
Faleceu no final da tarde desta quarta-feira (28), aos 89 anos, a professora cajazeirense Joana Cartaxo Guimarães, viúva do oftalmologista e otorrinolaringologista Sabino Rolim Guimarães. Ela estava internada no Hospital da Unimed, em João Pessoa, onde se recuperava de sequelas de uma infecção respiratória, quando foi acometida de insuficiência renal e infecção generalizada, vindo a óbito.

Dona Joaninha, como era conhecida em Cajazeiras, era filha do ilustre poeta Cristiano Cartaxo. Bastante ativa na sociedade, era mãe do médico oftalmologista Sabino Rolim Guimarães Filho, da funcionária pública aposentada Vânia Maria Guimarães Barbosa e da executiva Lélia Cartaxo Guimarães, que lhe deram seis netos e uma bisneta.


 
Originária de famílias tradicionais e fundadoras da cidade, era irmã, dentre outros, do poeta Constantino Cartaxo e do escritor e pesquisador Francisco Frassales Cartaxo, membros da Academia Cajazeirense de Artes e Letras (Acal).

Figura de proa no âmbito social e religioso de Cajazeiras, foi presidente, por vários anos da Associação das Ex-Alunas Dorotéias, entidade com fins filantrópicos e religiosos. Ao lado do seu esposo, participou ativamente das ações beneficentes do Rotary Club local, através da Casa da Amizade.

O corpo de Dona Joaninha será transladado para Cajazeiras, devendo chegar à cidade no final da manhã na manhã da quinta-feira (29), quando será sepultado no jazigo da família, no Cemitério Coração de Maria.


 
A família informou que, em obediência aos protocolos sanitários vigentes, não haverá velório.

Informações Coisas de Cajazeiras