Cajazeirense acusada de tráfico de drogas em sua residência tem pedido de prisão domiciliar negado pela Justiça - Blog do Ângelo Lima

Cajazeirense acusada de tráfico de drogas em sua residência tem pedido de prisão domiciliar negado pela Justiça




A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba negou pedido de prisão domiciliar em favor de Taís Gonçalves Dantas dos Santos acusada de praticar o crime de tráfico de drogas dentro do seu próprio lar. A defesa requereu o benefício sob o argumento de que ela possui filhos menores de 12 anos de idade.

De acordo com o Juízo da 2ª Vara da Comarca de Cajazeiras, a mulher foi presa em flagrante delito em 27 de outubro de 2020, após ter sido encontrado droga em sua residência. No dia 28 de outubro a prisão foi convertida em preventiva.

O relator do habeas corpus nº 0804169-67.2020.815.0000 foi o juiz convocado Carlos Eduardo Leite Lisboa. Segundo ele, pesa contra a paciente a acusação de, em tese, ter praticado o delito de tráfico dentro de seu próprio lar, o que obsta a concessão do benefício da prisão domiciliar. "Assim, a concessão de prisão domiciliar demonstrar-se-ia inócua e ineficaz para a garantia da ordem pública e, precipuamente, para garantir o bem-estar dos descendentes impúberes, que ficariam vulneráveis a crescer em um ambiente onde é realizada prática delituosa de elevada gravidade", pontuou.

O relator afirmou, ainda, que apesar da defesa alegar que a mulher é lactante de criança com poucos meses de vida, só juntaram cópias de certidões de nascimento de duas crianças, as quais contam com cinco e 10 anos de idade, respectivamente.

Debate Paraíba, com DICOM/TJPBD
Cajazeirense acusada de tráfico de drogas em sua residência tem pedido de prisão domiciliar negado pela Justiça Cajazeirense acusada de tráfico de drogas em sua residência tem pedido de prisão domiciliar negado pela Justiça Reviewed by Ângelo Lima on 04:56:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.