Suspeito de matar filha com tiro na cabeça é preso, na PB Suspeito de matar filha com tiro na cabeça é preso, na PB Suspeito de matar filha com tiro na cabeça é preso, na PB

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Suspeito de matar filha com tiro na cabeça é preso, na PB




O homem suspeito de matar Adanilza Araújo Vieira, de 36 anos, com um tiro na cabeça no dia 29 de dezembro de 2020, foi preso nesta quinta-feira (28) em um sítio na Zona Rural de Queimadas, no Agreste paraibano.

A Polícia Civil efetuou a prisão após concluir que o homem, pai da vítima, disparou intencionalmente, contrariando o depoimento do suspeito, que afirmou no dia 31 de dezembro, quando se entregou, que o tiro teria sido acidental.

De acordo com o delegado seccional de Queimadas, Ilamilton Simplício, os parentes da vítima e do suspeito que estavam no local do crime foram ouvidos. Um dos filhos de Adanilza confirmou que o avô atirou intencionalmente, durante uma discussão sobre um terreno de posse da família, na Zona Rural de Boqueirão. O suspeito, depois de retornar do Rio de Janeiro, onde vivia, reivindicava a posse da propriedade, que era cuidada pela vítima.

O suspeito foi indiciado pela polícia pelo crime de homicídio doloso qualificado e foi encaminhado para o presídio do Serrotão, em Campina Grande, onde aguardará decisão da Justiça sobre o caso.