Dra. Paula comemora início da vacinação contra a Covid-19 e valoriza a ciência acima de tudo Dra. Paula comemora início da vacinação contra a Covid-19 e valoriza a ciência acima de tudo Dra. Paula comemora início da vacinação contra a Covid-19 e valoriza a ciência acima de tudo

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Dra. Paula comemora início da vacinação contra a Covid-19 e valoriza a ciência acima de tudo




É preciso valorizar a Ciência acima de tudo, vez que nunca na história se conseguiu fabricar uma vacina antes de um ano, segundo declarou a deputada Doutora Paula (Progressistas), nesta terça-feira (19), ao comemorar o início da campanha de vacinação contra o novo Coronavírus (Covid-19), no Estado da Paraíba.

A parlamentar celebrou, também, a eficiência do Governo do Estado quanto a logística que deu início a distribuição das doses para todos os 223 municípios do Estado, ao tempo que alertou os municípios para seguir todos os protocolos.

“Mesmo os vacinados precisam seguir todos os protocolos estabelecidos pelos órgãos competentes, e que os senhores prefeitos orientem seus secretários de saúde”, acrescenta.

Para a deputada, a data é histórica e representa um divisor de águas no combate ao novo Coronavírus, doença que paralisou o país e o mundo. “A chegada da vacina representa doses de esperança para o povo paraibano”, enfatiza.
Emoção
Doutora Paula revela que ficou emocionada ao assistir o ato simbólico que deu início ao processo de vacinação no Estado, na manhã desta terça (19), na Secretaria de Estado da Saúde. Na ocasião, a enfermeira Marineide Gouveia, 60 anos, se tornou a primeira pessoa a tomar a vacina na Paraíba.

Marineide, é enfermeira há mais de 20 anos, e atua no Hospital Clementino Fraga, referência no tratamento da COVID-19.

O ato teve seguimento com a vacinação do índio Potiguara Genildo Avelar, de 44 anos, segundo a ser vacinado contra Covid-19 no Estado. De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde, Genildo é da Aldeia Carneira, no município de Marcação, e faz parte do grupo de risco, sendo hipertenso e diabético.

As duas pessoas foram vacinas pela enfermeira Keila Campos, que trabalha no Núcleo de Imunização da Paraíba há 23 anos.

Instrumento

A parlamentar lembra que a vacina representa um instrumento para enfrentar a Covid-19, doença altamente transmissível e que há 10 meses assola o solo brasileiro, com efeitos devastadores em termos social e econômicos. “Enfim, uma luz no final do túnel quanto ao enfrentamento de uma doença que paralisou o país e o mundo”, finaliza.