Delegado confirma que suspeito de estuprar e matar criança de 3 anos em Patos está foragido Delegado confirma que suspeito de estuprar e matar criança de 3 anos em Patos está foragido Delegado confirma que suspeito de estuprar e matar criança de 3 anos em Patos está foragido

BANNER PRINCIPAL

BLOCO pequeno I

SUPER BANNER

SUPER BANNER

Delegado confirma que suspeito de estuprar e matar criança de 3 anos em Patos está foragido



O delegado seccional de Polícia Civil, George Wellington, confirmou durante entrevista ao repórter Higo de Figueiredo da Rádio Espinharas FM de Patos, que o acusado de matar a pequena Ketyli Kawane, Geraldo Junior dos Santos, 25 anos, está foragido.

De acordo com o delegado, a Polícia Civil buscou localizar Geraldo, após este haver recebido liberdade provisória por parte do Ministério Público, mas o mesmo não foi localizado no endereço informado a polícia.

George Wellington disse que por essa razão, o delegado responsável pelo Caso Adjuto Neto, decidiu pedir a prisão preventiva do acusado, uma vez que o mesmo foi procurado em alguns possíveis locais onde supostamente estaria, mas o mesmo não foi encontrado,

Geraldo está sendo considerado foragido pelas autoridades policiais. Ele é acusado de espancar, estuprar e estrangular até a morte a pequena Ketyli Kawane Borges (3 anos), crime que teria a participação da mãe da pequena, Jéssica Borges de Sousa.

O delegado acrescentou que Jéssica tentou retornar ao endereço onde residia, no conjunto Noé Trajano, mas a mesma sofreu ameaças por parte da população, razão pela qual queria ir embora para o estado do Maranhão, temendo por sua integridade física.

Jéssica também teve um novo pedido de prisão preventiva pedido pela polícia, e foi encaminhada para o presídio feminino de Patos, onde está a disposição da justiça. 

Patos Online