Tribunal do júri de Cajazeiras condena homem que matou esposa a pauladas a uma pena de 18 anos de prisão - Blog do Ângelo Lima

Tribunal do júri de Cajazeiras condena homem que matou esposa a pauladas a uma pena de 18 anos de prisão






O tribunal do júri da cidade de Cajazeiras se reuniu nesta terça-feira dia 29 de Setembro de 2020 para julgar o réu José Cosmo de Abeu, acusado de ter  matada a pauladas a senhora Francisca Maria de Abreu de 77 anos.

Relembre o caso.

A senhora Francisca Maria de Abreu Cosmo, de 77 anos, que era deficiente visual, morreu na manhã do domingo (28) de Fevereiro de 2016, após ser agredida a pauladas, durante a madrugada, no Sítio Almas II, zona rural da cidade de Cajazeiras, Sertão Paraibano.

O Samu e a polícia foram acionados para atender a ocorrência. Ao chegarem ao local do crime, constataram que a idosa que era deficiente visual estava desacordada, com vários hematomas e sangramento pelo corpo, além de um grave traumatismo craniano.

A vítima foi socorrida para o hospital Regional de Cajazeiras, mas não resistiu aos ferimentos e morreu pouco tempo depois.

O acusado pelo crime José Cosmo de Abreu, mais conhecido por Dedim de João Preto, hoje com  61 anos foi preso no dia seguinte na segunda-feira (29).

Após o julgamento o júri popular, condenou o réu a 18 anos de prisão.

 Trabalhou na acusação o doutor João de Deus Querino Filho, com assistente de Acusação Rosa Maria de Abreu,  já na defesa do réu trabalhou o Dr. Joselito Feitosa e a DRA Mayara Oliveira de Carvalho, após o julgamento Dedim foi encaminhado ao Presídio Padrão de Cajazeiras.







Tribunal do júri de Cajazeiras condena homem que matou esposa a pauladas a uma pena de 18 anos de prisão Tribunal do júri de Cajazeiras condena homem que matou esposa a pauladas a uma pena de 18 anos de prisão Reviewed by Ângelo Lima on 04:53:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.