Prefeito Gervázio Gomes recusa aumento, apesar de receber um dos menores salários do Estado - Blog do Ângelo Lima

Prefeito Gervázio Gomes recusa aumento, apesar de receber um dos menores salários do Estado



Muito se pergunta são feitas acerca da constante vibração e disposição administrativas do prefeito de Bernardino Batista Gervázio Gomes, entre elas: A que se deve tanta motivação? Entre algumas possíveis respostas, seria a de que o gestor poderia ser bem remunerado. Mas fazendo uma varredura através dos mecanismos de transparência, chegamos á conclusão de que Gervázio Gomes tem um dos menores salários entre os prefeitos paraibanos, em se tratando também de cidades de pequeno porte como Bernardino Batista, que conta com uma população em torno de 3.393 habitantes distribuídos em seus 51 Km de extensão de acordo com IBGE.

Ainda em 2017 o prefeito Gervázio Gomes renunciou ao aumento salarial em que elevava os seus proventos para R$ 14.000,00 para o quadriênio 2017/2020, aprovado pelo poder legislativo, abdicando-se de tal direito, (reveja a matéria) e recebendo o mesmo valor desde a primeira gestão em 2012, que iniciou e se mantém até os dias atuais apresentando-se em um valor liquido em torno de R$ 9.000,00, ou seja quase R$ 5.000,00 mensal a menos do que o previsto em lei, com essa ação Gervázio Gomes abre mão de quase R$ 60.000,00 anuais em seus proventos, configurando como um dos menores salários de prefeitos do estado da Paraíba. 

Independente de quaisquer fatores, Gervázio mantém categoricamente a postura de trabalho firme, zelo, responsabilidade pelo erário público e com a empolgação redobrada, para que até o final de seu mandato os objetivos de melhorar, cada vez mais a qualidade de vida dos munícipes e conterrâneos batistenses sejam sempre alcançados.

Assessoria
Prefeito Gervázio Gomes recusa aumento, apesar de receber um dos menores salários do Estado  Prefeito Gervázio Gomes recusa aumento, apesar de receber um dos menores salários do Estado Reviewed by Ângelo Lima on 08:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.