Homem considerado morto pela família aparece vivo em velório no Sertão


Um homem considerado como morto pela família apareceu no próprio velório na cidade de Condado, no Sertão do Estado da Paraíba. A confusão aconteceu após a família de Geraldo Luiz dos Santos, conhecido como Geraldinho, ter reconhecido o corpo de outro homem encontrado morto na cidade.

 

De acordo com o delegado Demetrius Patrício, a polícia foi acionada na última quarta-feira (08) depois que um corpo foi encontrado no lixão da cidade. “Quando chegamos lá, familiares já estavam no local e em tese, já reconheceram o cadáver como sendo da pessoa de Geraldo Luiz dos Santos. Requisitamos o exame pericial no local de suspeita e também acionamos o rabecão para levar o corpo para o IPC”, afirmou o delegado em entrevista ao repórter Airton Alves.

 

Os familiares relataram que Geraldinho sofria de epilepsia e que era catador de lixo, sendo que inicialmente foi levantada a hipótese de morte natural. Porém, depois de ter sido encaminhado para a Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol) na cidade de Patos, os peritos constataram duas lesões na cabeça provocadas por arma de fogo.

 

Enquanto a família aguardava o retorno do corpo do Gemol para iniciar o velório, Geraldinho apareceu vivo em casa às 21h.

 

O delegado relatou ainda que houve “aquele susto inicial com os parentes porque até então ele era dado como morto e imediatamente eles compareceram aqui na delegacia relatando o equívoco apresentando o morto vivo aqui e também solicitando a documentação dele”.

 

O Instituto de Perícia Científica (IPC) foi comunicado do caso e os verdadeiros familiares do morto reconheceram Repri Monteiro Dantas, de 39 anos, natural de Campina Grande. O crime passou a ser investigado pelo delegado Edson pedrosa, responsável pela delegacia de Condado.

 

ClickPB
Homem considerado morto pela família aparece vivo em velório no Sertão Homem considerado morto pela família aparece vivo em velório no Sertão Reviewed by Ângelo Lima on 05:58:00 Rating: 5

Previsão do Tempo