Lira homenageia Campina Grande no Senado e destaca potencialidades e sua importância para o Brasil


O Senador Raimundo Lira (PMDB-PB) foi à Tribuna do Senado nesta quarta-feira (11) para homenagear Campina Grande, que completa 153 anos de Emancipação Política. Raimundo Lira nasceu no Sertão, mas é Cidadão Campinense, Diploma recebido em 11 de outubro de 1977, ou seja, há exatos 40 anos.

Ele citou Campina Grande como uma das cidades mais importantes do Nordeste, com uma característica especial: a de receber bem as pessoas que a visitam ou que a escolhem para morar e trabalhar; e lembrou que, em Campina, se casou com Gitana, com quem teve 4 filhos e formou família: Rodolfo, Isabela, Eduardo e Rogério.

Lira citou Campina e suas cinco Universidades, duas públicas e três privadas, como um importante centro educacional do Nordeste, com o segundo maior número de mestres e doutores do Brasil em relação à sua população. “Em Campina temos estudantes universitários de todo o Nordeste, pela força do ensino, pelo centro tecnológico, de reconhecimento internacional, e seus 60 programas de graduação e 16 de doutorado”.

Lira também destacou a realização do Maior São João do Mundo, o evento cultural mais importante do Nordeste, recebendo milhares de turistas durante trinta dias. “Campina tem uma história de trabalho e de respeito na atividade econômica”.

Ele citou a Campina das décadas de 40 e de 50, maior exportador de algodão do Brasil e 2º maior do mundo, que também concentrou, na década de 60, o maior número de curtumes do País, sendo o maior exportador do Brasil de couros e peles; e o ciclo do sisal, na década de 70, que fez de Campina o maior exportador de sisal do Brasil.

Lira também lembrou que Campina tem um dos maiores índices de esgotamento sanitário do País e criou a segunda empresa de economia mista do Brasil, Sanesa, “graças a um sonhador de Campina Grande, o professor Edvaldo do Ó”, destacando também a instalação da segunda emissora de TV do Nordeste, que tinha o programa de entrevistas mais independente do Brasil, na época da revolução, apresentado pelo jornalista Chico Maria.

Raimundo Lira lembrou que, aos 23 anos, foi eleito presidente do Clube de Diretores Lojistas – CDL de Campina Grande, quando a cidade tinha o comércio mais dinâmico e mais forte da Paraíba; e que instalou o segundo Serviço de Proteção ao Crédito – SPC do Brasil, em sua gestão, servindo de modelo para as capitais do Nordeste.

Hoje, lembrou Lira, Campina tem a maior indústria têxtil do Brasil e uma das maiores do mundo, a Cotemias, que utiliza 10% do algodão produzido no Brasil. E também é sede Federação das Indústrias da Paraíba – FIEP, mesmo sem ser a capital do estado. “É uma cidade diferente, do ponto de vista da criatividade, da sua visão de futuro”.

Raimundo Lira foi aparteado pelos Senadores Lindbergh Farias (PT-RJ), que é paraibano, de João Pessoa; José Agripino (RN) e Elmano Férrer, filhos de paraibanos.

Assessoria de Imprensa
Gabinete do Senador Raimundo Lira – PMDB/PB
Líder do PMDB no Senado Federal
Lira homenageia Campina Grande no Senado e destaca potencialidades e sua importância para o Brasil Lira homenageia Campina Grande no Senado e destaca potencialidades e sua importância para o Brasil Reviewed by Ângelo Lima on 10:39:00 Rating: 5

Previsão do Tempo