Dois anos e sem solução no caso da Mãe e filho mortos na zona rural de Cajazeiras





Dois anos e nada de uma solução para o caso do Crime do Sítio Papa Mel zona rural de Cajazeiras. Essa é uma dor e uma angustia que gira em torno da família depois de dois anos de impunidade.

O bárbaro crime foi registrado na noite deste sábado (19) setembro de 2015 no sítio Papa-mel zona rural de Cajazeiras.

 
Segundo informações mãe e filho, foram mortos dentro da casa onde eles residiam na estrada que dá acesso ao sítio Serragem.


As vítimas Maria Berenice de Sá que tinha 54 anos, e seu filho Rafael da Silva de Sá de 22 anos foram encontrados mortos por outro filho da senhora Maria Berenice, que ao retornar para casa por volta das 23horas encontrou a portar da casa fechada e pulou pela janela onde encontrou os corpos amarrados nos braços e pernas e cobertos por lençóis.


Os corpos não apresentavam perfurações nem à bala nem de arma branca possivelmente foram mortos por asfixia.

Na casa nada tinha sido revirado, sendo levado da casa  uma moto modelo Titan 150, preta de placa QFG-1689 e o celular que pertenciam ao jovem Rafael.

A família cobra até hoje uma resposta para um dos crimes de maior repercussão na cidade de Cajazeiras.
Dois anos e sem solução no caso da Mãe e filho mortos na zona rural de Cajazeiras Dois anos e sem solução no caso da Mãe e filho mortos na zona rural de Cajazeiras Reviewed by Ângelo Lima on 16:41:00 Rating: 5

Previsão do Tempo