16 horas depois, corpo da Criança que morreu atropelada por caminhão em Cajazeiras permanece no necrotério do HRC por falta de laudo e rabecão





A reportagem do Blog do Ângelo deixou há poucos instantes a sede do HRC, onde uma cena de sofrimento está acontecendo com a Família da Pequena Maria Evelli de três anos, que morreu atropelada por um caminhão no final da tarde desta quarta-feira (14) na Avenida Pedro Moreno Gondim bairro dos Remédios zona oeste de Cajazeiras.

O corpo esta há 16 horas no necrotério por uma falta de laudo da causa morte para liberação do cadáver.

Outro problema é que a cidade de Cajazeiras não dispõe de rabecão para o transporte do corpo para o IML de Patos.

Informações que o delegado responsável pelo caso, teria enviado um ofício para que os médicos que atenderam a criança, fornecesse o laudo para a liberação. Até às 10 horas o caso ainda não tinha sido resolvido.

O fato esta revoltante da população que volta à cobrar o tão sonhado IML de Cajazeiras.
16 horas depois, corpo da Criança que morreu atropelada por caminhão em Cajazeiras permanece no necrotério do HRC por falta de laudo e rabecão 16 horas depois, corpo da Criança que morreu atropelada por caminhão em Cajazeiras permanece no necrotério do HRC por falta de laudo e rabecão Reviewed by Ângelo Lima on 10:13:00 Rating: 5

Previsão do Tempo