Advogada quebra silêncio, fala sobre acusação de entregar celulares a detento dentro de presídio e diz que caso tem ‘conotação política’



A advogada cajazeirense Catharine Rolim Nogueira se pronunciou nesta quarta-feira (05/04), sobre a acusação de ter entregado celulares, carregadores e chips a um detento nessa terça-feira (04/04), no presídio padrão da cidade (RELEMBRE).

Em entrevista a uma Rádio local, a advogada atribuiu o fato a questões políticas, pois teria exercido cargos importantes a algumas gestões municipais. “Isso é uma conotação política”.

A advogada contou que atendeu dois detentos no parlatório e no terceiro atendimento, após sair da sala, seu cliente teria sido flagrado com o material. “Eu estava de vestido, sem bolsa como ia entrar com esses celulares dessa forma?”, indagou ela.

Catharine negou que tenha sido presa e que estava de posse do material ilícito, pois segundo a operadora do Direito, foi à delegacia prestar esclarecimento. “Ocorreu esse incidente diante do meu exercício profissional, mas a gente vai esclarecer tudo isso”.

Ela revelou ainda que o seu próprio celular foi deixado na entrada do presídio e disse que tudo não passou de um “mal entendido”.

Catharine já exerceu cargo de Procuradora do Município de Marizópolis e cargos importantes na prefeitura de Cajazeiras nas gestões de Carlos Rafael e Denise Albuquerque.

HW COMUNICAÇÃO
Fonte: Diário do Sertão
Advogada quebra silêncio, fala sobre acusação de entregar celulares a detento dentro de presídio e diz que caso tem ‘conotação política’ Advogada quebra silêncio, fala sobre acusação de entregar celulares a detento dentro de presídio e diz que caso tem ‘conotação política’ Reviewed by Ângelo Lima on 10:58:00 Rating: 5

Previsão do Tempo