Após clima tenso, presos da cidade de Sousa são transferidos para Cajazeiras e Catolé do Rocha



Na tarde dessa quarta-feira (18) a coordenação do diretor Wescley de Lira Mota, realizou na Colônia Penal Agrícola de Sousa a transferência de presos considerados alienados ao comando dentro da Unidade.

Durante um tempo, foi desencadeado trabalho investigativo por parte dos agentes penitenciários em relação ao comportamento dos presos em meio à crise carcerária que vem acontecendo no país, e aqueles que possivelmente poderiam vir a causar um motim ou rebelião, foram transferidos.

De acordo com o diretor, o clima na Unidade Prisional já estava começando a ficar tenso e que a qualquer momento poderia se rebelar. Os 24 presos que foram transferidos do CEA para à Colônia Penal já foram conduzidos para o local de origem. Na transferência 5 internos foram encaminhados à Penitenciária de Cajazeiras e outros 5 foram levados para cidade de Catolé do Rocha, ao total de 34 presos.

Na execução foram disponibilizadas equipes do GPOE (Grupo Penitenciário de Operações Especiais), policiais do BOPE e agentes da Colônia Penal de Sousa, onde realizaram um trabalho com bastante êxito.

Foto: Reprodução/Whatsapp

Foto: Reprodução/Whatsapp
DIÁRIO DO SERTÃO
Após clima tenso, presos da cidade de Sousa são transferidos para Cajazeiras e Catolé do Rocha Após clima tenso, presos da cidade de Sousa são transferidos para Cajazeiras e Catolé do Rocha Reviewed by Ângelo Lima on 11:03:00 Rating: 5

Previsão do Tempo