Senador Deca prestigia posse do jovem senador paraibano




 Em sua 6ª edição, o Projeto Jovem Senador movimentou o Plenário do Senado no final da manhã desta terça-feira (29). O senador Deca (PSDB-PB) fez parte da mesa na solenidade onde os 27 estudantes selecionados para participar do projeto este ano receberam a premiação pelo concurso de redação por meio do qual foram escolhidos.

 Depois da leitura do termo de posse como senador, foi realizada a eleição para a Mesa do Senado Jovem, por meio de cédula e voto secreto. O presidente, o jovem paraibano Pedro Manoel, foi eleito com 9 votos.

 O jovem senador, Pedro Manoel, fez referência à presença na mesa do parlamentar Deca, como um orgulho de ambos serem paraibanos e com algo em comum, que é o amor pela cidade de Campina Grande.

 O senador Deca pediu o uso da palavra e parabenizou Pedro Manoel e todos os demais jovens senadores: “Eles são o futuro de nossa nação. Hoje sou eu que estou aqui tendo a honra de representá-los, num futuro bem próximo serão estes jovens que estarão aqui sendo a voz do povo, daqueles que clamam por mais justiça, por dignidade e pelo exercício pleno da democracia”, disse Deca.

 Pedro Manoel agradeceu a confiança dos colegas e conclamou todos ao trabalho, afirmando que ele e seus colegas já eram uma família desde que receberam a comunicação de suas escolhas para participar do projeto Jovem Senador.

 - A partir de hoje, vamos estar muito mais unidos, para trabalhar e encaminhar aquilo que é demanda da juventude, da educação, aquilo que trouxemos porque acreditamos que é possível, sim, construir um país mais justo para todos e mais generoso com os seus filhos - disse.

 O jovem, que revelou já ser participante do grêmio estudantil de sua escola, disse ainda que trazia para esse momento não apenas sua figura individual, mas a participação de toda a juventude estudantil.

- Uma juventude que resiste, que ocupa, que sabe o que é política, que sabe o que é democracia; que participa, que acredita, que sonha, que tem utopias e construções coletivas. Por isso, hoje, nós estamos aqui - disse.



Assessoria do senador Deca (PSDB-PB)